Repositório Digital

A- A A+

O caminho para o uno em Plotino

.

O caminho para o uno em Plotino

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O caminho para o uno em Plotino
Autor Hauschild, Álvaro Körbes
Orientador Baracat Júnior, José Carlos
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Filosofia: Bacharelado.
Assunto Alma e intelecto
Amor (Filosofia)
Filosofia
Filosofia antiga
Filosofia greco-romana
Metafísica
Neoplatonismo
Plotino, 205-270
Teoria do conhecimento
[en] Hyposthasis
[en] Intellect
[en] Knowledge
[en] Kósmos
[en] Love
[en] Metaphysics
[en] Soul
[en] The One
Resumo O sistema metafísico de Plotino tem como primeiro princípio o uno, que, por derivação, gera todas as demais hipóstases, e por este motivo ele é o fim último de todos os desejos. Cada hipóstase tem sua atividade determinada pela tentativa de imitar aquela que lhe formou, imediatamente anterior. Este sistema henológico tem como segundo princípio e hipóstase o intelecto, que constitui as formas, semelhante ao mundo das ideias platônico, e por isso também é o ser e o belo; a terceira hipóstase é a alma, da qual participam todas as almas particulares de todas as coisas que são; o mundo ordenado e sensível, ou kósmos, é a quarta hipóstase, que vem a ser a partir dos reflexos das formas inteligíveis na matéria, que é a privação de ser. Cada hipóstase depende da anterior, e só encontra sua quietude nela, portanto a deseja, e nisto constitui o amor, que é o desejo pela união nos princípios. O desejo de todas as almas inquietas pela união tem por fim o conhecimento do intelecto, a contemplação das formas; mas o intelecto ainda contempla o uno.
Abstract Plotinus' metaphysical system has as the first principle the one, wich, by derivation, generates all of the other hyposthasis, for it is the ultimate end of all the desires. Each hyposthasis has its activity determined by the attempt to imitate that wich had formed it, imediately prior to it. This henologic system has as the second principle and hyposthasis the intellect, wich constitute the forms, similar to the platonic world of ideas, hence it is the being and the beauty; the third hyposthasis is the soul, in wich participate all the singular souls of all the things wich are; the ordered world and sensible world, or kósmos, is the fourth hyposthasis, wich comes to be from the reflection of the intelligible forms in matter, wich is the privation of being. Each hyposthasis depends on wich is its prior and only finds its quietness in it, therefore desires it, and this constitutes the love, wich is the desire to the unity in the principles. The desire of all unquiet souls for the unity has as its end the knowledge of intellect, the contemplation of the forms; but also the intellect contemplates the one and desires it.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/155986
Arquivos Descrição Formato
001016038.pdf (443.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.