Repositório Digital

A- A A+

Uma abordagem analítica da Chacona, recitativo e fuga (2005) de Almeida Prado e sua relação com três outras obras

.

Uma abordagem analítica da Chacona, recitativo e fuga (2005) de Almeida Prado e sua relação com três outras obras

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uma abordagem analítica da Chacona, recitativo e fuga (2005) de Almeida Prado e sua relação com três outras obras
Autor Chin, Keli da Silva
Orientador Carvalho, Any Raquel Souza de
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Análise musical
Fuga (Música)
Piano (Música)
Prado, Almeida, 1943-2010
[en] Almeida Prado
[en] Analysis
[en] Chaconne
[en] Fugue
[en] Recitative
Resumo O presente trabalho apresenta uma análise de Chacona, Recitativo e Fuga (2005) para piano de Almeida Prado. Buscou-se encontrar elementos que dão coerência à obra como um todo, analisando a estrutura da obra, seus aspectos melódico, rítmico e harmônico, verificando a existência de padrões ou elementos recorrentes. A Cartilha Rítmica para piano (2005) de Almeida Prado, e Twentieth Century Fugue (1962) de Graves Jr., foram utilizados como referenciais teóricos. Foi verificada também, a relação da Chacona, Recitativo e Fuga com o Prelude, Choral and Fugue (1884) de César Franck, na qual foi inspirada, assim como com duas outras obras do mesmo compositor (Recitativo e Fuga, de 1968, e Haendelphonia, de 1991). Através desta análise foi possível concluir que a linguagem musical de Almeida Prado enfatiza a manipulação rítmica e contrapontística, além do uso de elementos recorrentes na construção de um discurso coerente.
Abstract O presente trabalho apresenta uma análise de Chacona, Recitativo e Fuga (2005) para piano de Almeida Prado. Buscou-se encontrar elementos que dão coerência à obra como um todo, analisando a estrutura da obra, seus aspectos melódico, rítmico e harmônico, verificando a existência de padrões ou elementos recorrentes. A Cartilha Rítmica para piano (2005) de Almeida Prado, e Twentieth Century Fugue (1962) de Graves Jr., foram utilizados como referenciais teóricos. Foi verificada também, a relação da Chacona, Recitativo e Fuga com o Prelude, Choral and Fugue (1884) de César Franck, na qual foi inspirada, assim como com duas outras obras do mesmo compositor (Recitativo e Fuga, de 1968, e Haendelphonia, de 1991). Através desta análise foi possível concluir que a linguagem musical de Almeida Prado enfatiza a manipulação rítmica e contrapontística, além do uso de elementos recorrentes na construção de um discurso coerente.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15620
Arquivos Descrição Formato
000688780.pdf (17.57Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.