Repositório Digital

A- A A+

Educação financeira para crianças (sujeitos hipervulneráveis) : informação como solução para o consumo consciente

.

Educação financeira para crianças (sujeitos hipervulneráveis) : informação como solução para o consumo consciente

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Educação financeira para crianças (sujeitos hipervulneráveis) : informação como solução para o consumo consciente
Autor Maschio, Fernanda Martins Prati
Orientador Schmitt, Cristiano Heineck
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Direito. Curso de especialização em Direito Internacional, Ambiental e Consumidor.
Assunto Consumo consciente
Direito do consumidor
Publicidade infantil
[en] Advertising Child
[en] Conscious Consumption
[en] Consumer Law
[en] Duty to Report
[en] Financial Education
[en] Vulnerability
Resumo O consumidor infantil, ao receber as mensagens enviadas por intermédio da publicidade que direciona seu texto e suas imagens aos pequenos, internaliza vontades e necessidades que na realidade não são deles. As pseudonecessidades adquiridas, acrescida na vulnerabilidade que é agravada pelo fato dessas crianças ainda não estarem com a sua formação intelectual completa e por terem menos capacidade de discernimento daquilo que é real ou imaginário, a chamada hipervulnerabilidade, faz com que cada vez mais exerçam influencia sobre o poder de compra dentro da sua família. Essa influencia para o consumo, acarreta em consumo inconsciente de serviços e produtos, muitas vezes desnecessários que acabam sendo adquiridos pelo simples prazer de ter. A falha na prestação das informações é fator de alta contribuição para esse consumo desenfreado, que a médio e longo prazo resulta em prejuízos financeiros. Levando em consideração que não se tem o hábito de aconselhamento no que tange as lições básicas de educação financeira, essas crianças se tornam adultos mal educados financeiramente, uma vez que nunca foram estimulados a poupar, o que por consequência, faz aumentar a lista de adultos superendividados futuramente. Há que se pensar na introdução de ensinamentos de ordem financeira, com noções introdutórias como o simples ato de poupar, já nas séries iniciais, bem como, no comportamento em relação ao dinheiro dentro de casa. Dito isso, tentaremos expor através de estudo na doutrina existente sobre os temas e pesquisas complementares, a maneira como a Educação Financeira pode amenizar o consumismo excessivo, bem como melhor informar os consumidores daquilo que estão adquirindo, tornando essa relação de consumo, uma relação transparente e porque não, menos desequilibrada.
Abstract The child consumer, to receive messages sent through the advertising that directs your text and images to them, internalizes wants and needs that are not really them. The pseudo acquired, plus the vulnerability that is exacerbated by the fact that these children are not yet to complete his intellectual training and have less ability to discern what is real or imaginary, the call vulnerability, makes increasingly exert influence on purchasing power within his family. This influences for consumption, leads to unconscious consumption of services and products, often unnecessary that end up being acquired for the simple pleasure of having. Failure to provide the information factor is high contribution to this unbridled consumption, the medium and long term results in financial losses. Assuming you do not have the habit of advice regarding the basic lessons of financial education, these children become adults financially uneducated, since they were never encouraged to save, which consequently increases the list of adults indebted future. We must think of the introduction of teachings financial, with introductory notions as the simple act of saving, already in the early grades, as well as in behavior regarding money inside. That said, try to expose through the study of existing doctrine on themes and complementary research, how the Financial Education can alleviate the excessive consumerism, as well as better inform consumers of what they are buying, making the ratio of consumption, a transparent relationship and why not, less unbalanced.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/156526
Arquivos Descrição Formato
001016402.pdf (251.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.