Repositório Digital

A- A A+

Ligas metálicas empregadas no tratamento de fraturas de fêmur em cães e gatos

.

Ligas metálicas empregadas no tratamento de fraturas de fêmur em cães e gatos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ligas metálicas empregadas no tratamento de fraturas de fêmur em cães e gatos
Autor Barth, Flávio Ricardo
Orientador Ferreira, Márcio Poletto
Co-orientador Schuster, Lucas Antônio Heinen
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Aço inoxidável austenítico
Biomateriais
Fraturas : Pequenos animais
Fraturas do fêmur
Ligas metálicas
Ortopedia veterinária
[en] Austenitic stainless steel
[en] Biomaterial
[en] Fracture
[en] Metal alloys
Resumo A incidência de fraturas de fêmur é de aproximadamente 20 a 25% de todas as fraturas atendidas na rotina das clínicas veterinárias, geralemente provocadas por acidentes automobilísticos, quedas, coices ou projéteis de arma de fogo. Diversas técnicas de tratamento podem ser utilizadas, dentre elas: pinos intramedulares, fixação esquelética externa, placas e parafusos ou hastes bloqueadas. Os avanços alcançados na área da saúde, aliados à engenharia e outros ramos da ciência, motivados principalmente pelo aumento da expectativa e da qualidade de vida, têm possibilitado o desenvolvimento de técnicas que buscam restabelecer as funções totais ou parciais do órgão ou do tecido de pessoa ou animais que sofreram algum tipo de mutilação ou foram acometidos por alguma doença. Dentre estas técnicas, a que apresenta maior versatilidade e possibilidades de desenvolvimento é a que oferece aos pacientes a substituição total ou parcial do tecido danificado por implantes constituídos por biomateriais.Devido a combinação favorável de propriedades mecânicas, ductilidade, biocompatibilidade, custo efetivo e facilidade de fabricação quando comparado a outros materiais metálicos para implante, o aço inoxidável austenítico é o biomaterial mais frequentemente usado para fixação interna. O seu uso em cirurgias ortopédicas abriu uma vasta faixa de novas possibilidades no tratamento de fraturas.
Abstract The incidence of femoral fractures is approximately 20% to 25% of all fractures seen in veterinary clinic’s routine caused by car accident, falls, kicks or fireguns projectiles. Several management techniques can be used, such as: intramedullary pin, skeletal fixation, plates and screws or blocked stem. Advances in health, engineering and other fields of science, motivated mainly by the increase in the expectation and quality of life, have enabled the development of techniques that seek to restore the total or partial functions of the organ or tissue of the person or animals that have suffered some form of mutilation or have been affected by any disease. Among these techniques, the one that presents the greatest versatility and possibilities of development is the one that offers the patients the total or partial replacement of the tissue damaged by implants constituted by biomaterials. Due to a favorable combination of mechanical properties, ductility, biocompatibility, cost effectiveness and ease of manufacturing when compared to other metallic materials for implant, austenitic stainless steel is the most frequently used biomaterial for internal fixation. Its use in orthopedic surgery has opened a wide range of new possibilities in the treatment of fractures.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/156557
Arquivos Descrição Formato
001013778.pdf (547.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.