Repositório Digital

A- A A+

Framework para análise de folgas em sistemas sócio-técnicos complexos : aplicação em uma maternidade

.

Framework para análise de folgas em sistemas sócio-técnicos complexos : aplicação em uma maternidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Framework para análise de folgas em sistemas sócio-técnicos complexos : aplicação em uma maternidade
Autor Werle, Natalia Jaeger Basso
Orientador Saurin, Tarcísio Abreu
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
Assunto Engenharia de resiliência
Maternidade
Sistema sociotécnico
[en] Complex socio-technical systems
[en] Maternity
[en] Slack
[en] Variability
Resumo O setor de assistência à saúde atualmente, carece de técnicas de gerenciamento que visem a melhoria dos processos, permitindo a redução de custos ao otimizar os recursos existentes. O sistema de saúde, classificado como um sistema complexo devido a diversidade de interações não-lineares que apresenta, vem sendo estudado sob a ótica da engenharia de resiliência que enfatiza a necessidade de regular o seu funcionamento diante de uma situação adversa. Por sua vez, a resiliência é facilitada por meio do uso de folgas, que fornecem recursos reservas para lidar com as variabilidades. Ao passo que as folgas são importantes para manter a resiliência, também podem ser recursos ociosos que tendem a mascarar as variabilidades, quando em excesso. Portanto, um equilíbrio deve ser considerado entre o mínimo necessário para manter a resiliência do sistema e o máximo que não venha a se enquadrar como desperdício de recursos. Para isso, esse trabalho desenvolve e aplica uma framework que visa analisar qualitativa e quantitativamente as folgas a fim de reprojetar o sistema sócio-técnico complexo. O estudo foi realizado numa maternidade, referência no atendimento privado. Os processos de atravessamento do fluxo de valor da paciente foram mapeados, permitindo a identificação de 17 fontes de variabilidade e 20 recursos de folga. O reprojeto do sistema de trabalho envolveu a classificação das folgas entre os requisitos levantados, de maneira a priorizar as variabilidades menos cobertas pelas folgas. A framework se mostrou eficaz ao elencar as prioridades no redesenho das folgas e variabilidades, a fim de tornar o sistema estudado mais resiliente.
Abstract The healthcare sector currently lacks management techniques that aim to improve processes, allowing cost reduction by optimizing existing resources. The health system, classified as a complex system due to the diversity of nonlinear interactions that it presents, has been studied from the point of view of resilience engineering that emphasizes the need to regulate its functioning in the face of an adverse situation. In turn, resilience is facilitated through the use of slack, which provide reserve resources to deal with variability. While slack are important to maintaining resilience, it can also be idle resources that tend to mask variability when in excess. Therefore, a balance must be considered between the minimum necessary to maintain the resilience of the system and the maximum that doesn’t fit as a waste of resources. For this, this work develops and applies a framework that aims to analyze qualitatively and quantitatively the slack in order to redesign the complex socio-technical system. The study was performed in a maternity hospital, that is a reference in private care. The processes of flow of the patient's value were mapped, allowing the identification of 17 sources of variability and 20 resources of slack. The redesign of the work system involved the classification of slack between the requisites raised, in order to prioritize the variabilities less covered by the slack. The framework proved to be effective in highlighting the priorities in the redesign of the slack and variabilities, in order to make the studied system more resilient.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/156777
Arquivos Descrição Formato
001018167.pdf (3.866Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.