Repositório Digital

A- A A+

Do espaço projetado ao espaço vivido : modelos de morfologia urbana no Conjunto Rubem Berta

.

Do espaço projetado ao espaço vivido : modelos de morfologia urbana no Conjunto Rubem Berta

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do espaço projetado ao espaço vivido : modelos de morfologia urbana no Conjunto Rubem Berta
Autor Rigatti, Decio
Orientador Macedo, Silvio Soares
Data 1997
Nível Doutorado
Instituição Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Curso de Pós-Graduação.
Assunto Conjunto Rubem Berta
Conjuntos habitacionais
Espaço urbano : Transformação
Morfologia urbana : Porto Alegre
Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar um fenômeno bastante comum na realidade brasileira, que é o da transformação do espaço urbano de conjuntos habitacionais padrão COHAB efetuada individualmente pelos moradores, após sua ocupação. A incapacidade de um grande número de projetos de conjuntos residenciais populares em atender às expectativas espaciais socialmentedeterminadas pelos residentes, manifesta-se pela total descaracterização das concepções originais que representam não apenas alterações de ordem quantitativa no interior do conjunto mas, fundamentalmente, de estrutura urbana. Não é uma mudança de forma apenas, mas de modelo. Particularmente neste caso, situam-se aqueles conjuntos cujos projetos seguem de forma mais intensa os preceitos do espaço urbano modernista. Como estudo de caso, utilizou-se o Conjunto Rubem Berta, da COHAB/RS, construído em Porto Alegre a partir do final da década de 70 e ainda hoje em transformação. Percebe-se que as alterações são efetuadas com a adoção de determinados mecanismos de transformação do espaço os quais, além de serem recorrentes no interior do próprio conjunto, são identificadas também em outros assentamentos de origem similar. Por outro lado, as regras de organização local das transformações espaciais produzem um estrutura global nova.
Abstract The main goal of this piece of research is to investigate a quite common phenomenon found all over the country, concerning the urban changes introduced individually by the dwellers of public housing estates. A great number of housing estates, particularly those designed according to modernist concepts, seem to be unable to support space related social requirements and are then widely transformed when compared to the origina llayouts. Beyond the quantitative features, the morphological changes that took place in those housing estates mean a fundamental new approach to urban structures as built up by their dwellers. As a case study is analysed the Rubem Berta Housing Estate which was built in Porto Alegre/RS in the late 70's. Since its occupation the urban transformations there have never stopped. lt's possible to realize that the dwellers use some physical rules to define the new settlement which are very similar within the estate itself and, at the same time, very similar to those found in other transformed housing estates. The local rules of physical transformation produce a new overall structure for the whole urban complex of the estate.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15861
Arquivos Descrição Formato
000155129.pdf (57.40Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.