Repositório Digital

A- A A+

De traduções, intermediações e transcrições : o regionalismo borgeano para além das fronteiras

.

De traduções, intermediações e transcrições : o regionalismo borgeano para além das fronteiras

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título De traduções, intermediações e transcrições : o regionalismo borgeano para além das fronteiras
Autor Vallerius, Denise Mallmann
Orientador Cunha, Patricia Lessa Flores da
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Borges, Jorge Luís 1899-1986.
Critica e interpretacao
Estudos de tradução
Interculturalismo
Literatura argentina
Literatura comparada
Literatura sul-rio-grandense
Lopes Neto, J. Simões (João Simões), 1865-1916.
Resumo O presente estudo analisou as traduções existentes no mercado editorial brasileiro de alguns contos orilleros - radicados no arrabalde buenairense - do escritor argentino Jorge Luis Borges, propondo uma nova alternativa de tradução para esses textos. Entre as justificativas do estudo está o surgimento de uma inquietação frente aos esforços que grande parte da crítica faz por postular a obra de Jorge Luis Borges como sinônimo de uma literatura completamente desvinculada da realidade e alheia à história. Conseqüentemente, para que esse discurso seja coerente, faz-se necessário ignorar ou, ainda, desvalorizar os textos borgeanos exemplares de seu comprometimento com a tradição e a realidade de seu país, classificando o escritor em fases distintas e irreconciliáveis: um primeiro Borges, nacionalista, de preocupações localistas, que viria a ser posteriormente negado e suplantado por um segundo Borges, cosmopolita e universal. Perante tal constatação, procurou-se, primeiramente, questionar essa classificação artificiosa, a qual tem como resultado um número quase ínfimo de trabalhos críticos que se dedicam à suposta primeira fase. Essa indiferença da crítica para com parte significativa da produção literária do escritor argentino é corroborada, também, pela constatação de que as traduções de seus contos de temática regional, para o sistema literário brasileiro, acabam homogeneizando o falar característico das personagens à variante padrão da língua portuguesa. Destarte, propusemos uma nova tradução para o conto "Hombre de la Esquina Rosada" a partir de uma aproximação do universo lingüístico e temático do escritor sul-rio-grandense Simões Lopes Neto - tradução que não se pretende definitiva, eis que nenhuma o pode ser, mas que, levando em consideração tanto os elementos do texto e da cultura-fonte quanto da língua e da cultura-receptora, permita ao leitor brasileiro vislumbrar um pouco da riqueza desse universo orillero.
Abstract This study examined the existing translated texts of some 'orillero' stories, penned by the Argentinean writer Jorge Luis Borges in the Brazilian editorial market and proposed a new alternative translation for these texts. Among the reasons for this study, there is the emergence of some concern as a response to efforts made by a significant number of critics to claim the work of Jorge Luis Borges as a synonym for some kind of literature, which is completely disconnected from reality and outside history. Consequently, for this speech to be consistent, it is necessary to ignore, or even undervalue those Borges's texts, which are examples of his commitment to the tradition and the reality of his country, describing the writer in different and irreconcilable stages. Firstly, there was a nationalist Borges with local worries. That writer would be denied by then and replaced by a second Borges, who was cosmopolitan and universal. In view of such finding, we tried, in the first place, to question this artificial classification, which has lead to an almost negligible number of critical work devoted to the so-called first stage. This indifference from the critics towards a significant part of the Argentinean writer's literary production is also supported by the fact that his translated short stories, dealing with regional issues, for the Brazilian literary system, homogenize the peculiar speech of his characters to the Portuguese language and speech pattern. Therefore, we proposed a new translation for the story "Hombre de la Esquina Rosada" by approximating the linguistic and thematic universe of the Argentinean writer to that of the Riograndense writer, Simões Lopes Neto. Notwithstanding, this translation does not intend to be final here, since none could be, but it allows the Brazilian reader to glimpse a bit of the richness of the 'orillero' universe, by taking into account the elements of the text and cultural source, as well as those of the target language and culture.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15905
Arquivos Descrição Formato
000693709.pdf (3.340Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.