Repositório Digital

A- A A+

A música como intervenção neuropsicológica no tratamento do transtorno do espectro autista (TEA) : uma revisão crítica da literatura

.

A música como intervenção neuropsicológica no tratamento do transtorno do espectro autista (TEA) : uma revisão crítica da literatura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A música como intervenção neuropsicológica no tratamento do transtorno do espectro autista (TEA) : uma revisão crítica da literatura
Autor Pegoraro, Luciane da Costa
Orientador Bosa, Cleonice Alves
Co-orientador Endres, Renata Giuliani
Data 2017
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Neuropsicologia.
Assunto Autismo
Musicoterapia
Neuropsicologia
[en] Autism spectrum disorder
[en] Music therapy
[en] Neuropsychology
Resumo A música tem sido estudada enquanto recurso importante para o tratamento de diversos distúrbios neurológicos e neuropsiquiátricos, entre os quais se destaca o Transtorno do Espectro Autista (TEA). O presente estudo tem como objetivo compreender de que forma a música, enquanto instrumento de intervenção neuropsicológica, pode contribuir para o desenvolvimento e estimulação de pessoas com TEA. Trata-se de uma revisão crítica da literatura atual, acerca dos conceitos de neuropsicologia, música, musicoterapia e TEA. A amostra refere-se a crianças e adolescentes na faixa etária dos 02 (dois) aos 16 (dezesseis) anos. O resultado alcançado, com base na análise de seis artigos que pesquisaram o uso da música (musicoterapia) como ferramenta de tratamento de TEA, é que esta age positivamente principalmente nas áreas da socialização-interação, comunicação, psicomotricidade e linguagem. O uso da música na área da aprendizagem favorece a inclusão de crianças com TEA, auxiliando no desenvolvimento global das crianças, reduzindo comportamentos inadequados e encaminhando para resultados funcionais positivos. A melhora nas habilidades de comunicabilidade musical repercute em efeitos positivos sobre a socialização das crianças, fundamentalmente na área da comunicação.
Abstract Music has been studied as an important resource for the treatment of various neurological and neuropsychiatric disorders, including Autism Spectrum Disorder (ASD). The present study aims to understand how music, as an instrument of neuropsychological intervention, can contribute to the development and stimulation of people with ASD. This is a critical review of the current literature on the concepts of neuropsychology, music, music therapy and ASD. The sample refers to children and adolescents in the age range from 2 (two) to 16 (sixteen) years. The results obtained, based on the analysis of six articles that investigated the use of music (music therapy) as a tool for the treatment of ASD, is that it acts positively mainly in the areas of socialization-interaction, communication, psychomotricity and language. The use of music in the learning area favors the inclusion of children with ASD, aiding in the overall development of children, reducing inappropriate behaviors and leading to positive functional results. The improvement in musical communicability skills has positive effects on the socialization of children, mainly in the area of communication.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/159137
Arquivos Descrição Formato
001023255.pdf (391.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.