Repositório Digital

A- A A+

O espetáculo do império eterno : as relações entre cultura, política e propaganda no contexto dos Centenários de 1940 em Portugal

.

O espetáculo do império eterno : as relações entre cultura, política e propaganda no contexto dos Centenários de 1940 em Portugal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O espetáculo do império eterno : as relações entre cultura, política e propaganda no contexto dos Centenários de 1940 em Portugal
Autor Torquato, Arthur Luís de Oliveira
Orientador Brandalise, Carla
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Congresso Luso-Brasileiro de História (
Estado novo : Portugal
Exposição do Mundo Português (
História : Portugal
Intelectuais
Política cultural
Portugal
Propaganda política
Salazarismo
Resumo Esta tese trata de um período no qual a propaganda política foi uma ferramenta fundamental no processo de legitimação de governos autoritários e totalitários emergentes entre as décadas de 1930 e 1940. De forma geral, buscou-se trabalhar um evento, a Exposição do Mundo Português, ocorrida em 1940 em Portugal, procurando compreender a operacionalização dessa forma de propaganda a partir do espaço público e de um evento de grandes proporções, voltado para o convencimento das massas. Visando construir uma legitimidade do Regime salazarista, esse evento contou com a partição de letrados brasileiros que contribuíram com a construção positiva da política colonial portuguesa. Assim, partindo da hipótese que o Secretariado da Propaganda Nacional (SPN) teve o intuito de justificar e legitimar as práticas políticas do Estado Novo de Portugal, a pesquisa analisou o material propagandístico produzido pelo, e sobre, a Exposição do Mundo Português. Nesse sentido, o estudo revelou aspectos singulares da Política Cultural estadonovista, que contou com o auxílio de letrados e de arquitetos no processo de reconhecimento do Estado Novo por meio das artes e das letras.
Abstract The thesis deals with the period in which the political advertising was a fundamental tool in the process of legitimization of authoritarian and totalitarian regimes emerging between the decades of the 1930s and 1940s. Specifically, it sought to understand an event, the Exposição do Mundo Português, that took place in Portugal in 1940, in order to operate this kind of advertising, making the use of public space as well as an event of great proportions to convince the masses. Aiming to build a legitimacy of the salazarista regime, this event had the presence of Brazilian scholars that contributed positively to the construction of the Portuguese colonial policy. Thereby, starting from the hypothesis that the Secretariat of National Propaganda (SPN) aimed to justify and legitimize political practices of the Estado Novo in Portugal, the present thesis analyzed the propagandistic material produced by, and about, the Portuguese World Exhibition. The study revealed singular aspects of the estadonovista cultural policy with the aid of scholars and architects in the recognition process of the Estado Novo through both arts and letters.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/159184
Arquivos Descrição Formato
001022974.pdf (5.930Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.