Repositório Digital

A- A A+

Caracterização de acículas de Pinus como condicionador de substrato e seu potencial para produção de porta-enxertos cítricos

.

Caracterização de acículas de Pinus como condicionador de substrato e seu potencial para produção de porta-enxertos cítricos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização de acículas de Pinus como condicionador de substrato e seu potencial para produção de porta-enxertos cítricos
Outro título Pinus of leaf characterization as substrate conditioner and its potential for rootstocks citrus production
Autor Ceccagno, Henrique
Orientador Souza, Paulo Vitor Dutra de
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Fruta cítrica
Pinus
Porta-enxerto
Substrato
Resumo A propagação de mudas de citros em ambiente protegido requer grande quantidade de substrato. No Rio Grande do Sul há carência de substratos orgânicos ideais para o cultivo de plantas, devido à sazonalidade e ao pH alcalino das matérias primas que as compõem. A grande produção de Pinus sp. na região sul do Brasil propicia a utilização das acículas como um possível condicionador de substratos por ter pH baixo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a utilização da acícula de Pinus como condicionador de substratos alcalinos para a produção de porta-enxerto cítricos. O experimento foi desenvolvido nas dependências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Realizou-se avaliação das características químicas, físicas e biológicas de acículas de Pinus sp. em 3 granulometrias (2,0; 3,5 e 8,0 mm) e 3 épocas de decomposição “in situ” (5; 12 e 16 meses). Após, avaliou-se a utilização das acículas em duas granulometrias (3,5 e 8,0 mm) em mistura (v:v) com o substrato comercial Humosolo ES - Vida®- em diferentes proporções (0; 25; 50; 75 e 100%; v:v), avaliando a germinação e o desenvolvimento do porta-enxerto “Fepagro C37” até o transplante. Finalmente, avaliou-se o desenvolvimento do porta-enxerto “Trifoliata”, desde o seu transplante até o ponto de enxertia. Utilizou-se a mistura de diferentes proporções (v:v) de acículas de Pinus (0; 25; 50; 75 e 100%) com o substrato a base de casca de eucalipto. Verificou-se ao final dos experimentos que a acícula possui pH ácido obtendo-se em alguns acessos pH inferior a 5. A condutividade elétrica das acículas é muito baixa, podendo ser ajustada com o tamanho de partícula e época de decomposição das mesmas, sendo essas características fundamentais para o desenvolvimento de novos substratos. Esse material possui propriedades físicas adequadas, como baixa densidade, alta porosidade total (>85%) e curva de retenção de água próxima à ideal, sendo possível sua adequação através da granulometria. O desenvolvimento inicial do porta-enxerto “Fepagro C37” se mostrou favorável quando adicionado 25% a 50% de acículas de Pinus com granulometria entre 3,5 mm e 8,0 mm ao substrato Humosolo ES®. A utilização de 25 % de acícula de Pinus em mistura com casca de eucalipto proporcionou resultado satisfatório quando comparado à utilização somente do substrato comercial. A mistura entre estes materiais proporcionou, quando utilizada granulometria de 3,5 mm, um substrato estável, não alterando as características físicas ao longo do cultivo.
Abstract The need to spread of citrus seedlings in a protected environment requires lot of substrate. In Rio Grande do Sul there is a lack of ideal organic substrates for the cultivation of plants, due to seasonality and the alkaline pH of raw materials. The large production of pine sp. in southern Brazil provides the use of pine leaf as a possible conditioner substrates. This study aimed to evaluate the use leaf of pine as alkaline substrates conditioner to the spread of citrus rootstock. The experiment was conducted on the premises of the Federal University of Rio Grande do Sul. We conducted evaluation of chemical, physical and biological characteristics of pine needles sp. 3 particle sizes (2.0, 3.5 and 8.0 mm) and 3 times decomposition "in situ" (5, 12 and 16 months). After evaluating the use of pine leaf (3.5 to 8.0mm) in a mixture (v: v) with the commercial substrate Humosolo ES - Vida®- in different proportions (0, 25, 50, 75 and 100%) evaluating germination and development of the rootstock "Fepagro C37" until transplant. Therefore, we evaluated the development of the rootstock "Trifoliata" since the transplant until the grafting point. Was used to mix different proportions (v: v) of pine leafs (0, 25, 50, 75 and 100%) with the substrate eucalyptus shell base. It was found at the end of the experiments that have acidic pH acicula obtained in some accesses pH below 5. The electric conductivity is very low and can be adjusted to the particle size and time of decomposition of needles, which are key features for development of new substrates. This material has appropriate physical properties, low density, high porosity (> 85%) and water retention curve near ideal, being possible through its suitability granulometry. The initial development of the rootstock "Fepagro C37" proved favorable when added 25% to 50% of pine needles with a particle size between 3.5 mm and 8.0 mm to the substrate Humosolo ES®. The use of 25% pine leaf in admixture with eucaliptus hull provided satisfactory results when compared to using only the commercial substrate. The mixture of these materials gave, when used particle size 3.5 mm, a stable substrate without altering the physical characteristics throughout the cultivation.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/159251
Arquivos Descrição Formato
001022757.pdf (2.252Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.