Repositório Digital

A- A A+

A apropriação de noções culturais pela criança : uma experiência de significação na língua-discurso

.

A apropriação de noções culturais pela criança : uma experiência de significação na língua-discurso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A apropriação de noções culturais pela criança : uma experiência de significação na língua-discurso
Outro título The appropriation of cultural notions by children : an experience of signification on language-discourse
Autor Silva, Carmem Luci da Costa
Oliveira, Giovane Fernandes
Resumo Este artigo objetiva analisar a apropriação de noções culturais pela criança como uma experiência de significação na língua-discurso. A partir da Teoria da Enunciação de Benveniste (2005; 2006) e da Teoria Enunciativa da Aquisição da Linguagem de Silva (2007; 2009), são analisados três fatos enunciativos de uma criança acompanhada longitudinalmente dos onze meses aos três anos e quatro meses. Em cada um desses fatos, observa-se como a criança se apropria da noção de susto como fato de cultura constitutivo da sociedade humana. Os resultados da análise sugerem que a significação de assustar (assustar e ser assustado) é determinada, em cada fato enunciativo, pela operação de aquisição ao qual este pertence: o primeiro fato é determinado pelo efeito do preenchimento de lugares enunciativos na operação de intersubjetividade; o segundo fato é determinado pela nomeação relacionada a um duplo movimento de dizer-mostrar na operação de referência; o terceiro fato é determinado pelo relato e pela projeção de ações pela criança na operação de sua inscrição enunciativa na língua-discurso.
Abstract This article aims to analyze the appropriation of cultural notions by children as an experience of signification on language-discourse. Based on Benveniste’s Enunciation Theory (2005; 2006) and Silva’s Language Acquisition Enunciative Theory (2007; 2009), three enunciative facts of a child longitudinally monitored from eleven months to three years and four months old were analyzed. In each of these facts, the process in which the child appropriates the notion of fright as a culture within human society is observed. The results suggest that the signification of frightening (to fright and to be frightened) is determined, in each enunciative fact, by the acquisition operation to which it belongs: the first fact is determined by the effect of enunciative places’ filling at the intersubjective operation; the second fact is determined by the nomination related to a double movement of say-show at the referencing operation; the third fact is determined by the narration and the projection of actions by the child in the operation of your own enunciative inscription on language-discourse.
Contido em Cadernos do IL. Porto Alegre, RS. N. 52 (dez. 2016), p. 402-420
Assunto Aquisicao de linguagem
Criança
Cultura
Enunciação
[en] Culture
[en] Enunciation
[en] Language acquisition
[en] Signification
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/159269
Arquivos Descrição Formato
001015489.pdf (256.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.