Repositório Digital

A- A A+

Diferenças em um espaço de iguais : relações de gênero numa Escola Normal Rural (1950-1960)

.

Diferenças em um espaço de iguais : relações de gênero numa Escola Normal Rural (1950-1960)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferenças em um espaço de iguais : relações de gênero numa Escola Normal Rural (1950-1960)
Outro título Las diferencias en un área de igualdad : relaciones de género en una Escuela Normal Rural (1950-1960)
Outro título Differences in a space of equals : gender relations in a Rural Teachers College (1950-1960)
Autor Almeida, Dóris Bittencourt
Dóris Bittencourt Almeida, Luciane Sgarbi Grazziotin
Resumo Neste estudo, abordamos o tema do internato rural, a partir das narrativas de sujeitos que vivenciaram uma experiência educativa em uma instituição de ensino pública, no município de Osório/RS, que desenvolvia um projeto de formação de professores rurais. O tema e o objeto desta investigação se inscrevem no campo dos estudos da História da Educação, tematizando as relações de gênero em uma escola mista na metade do século XX, tendo a memória enquanto documento e a História Oral como metodologia. A escola representava para esses jovens a possibilidade de conhecer um outro mundo, distinto de sua cultura familiar, promovia a difusão de saberes e oportunizava sociabilidades. Pluralidade, co- educação e convivialidades parecem resumir as marcas das memórias desta instituição em Osório, como uma escola incomum, experiência singular na vida de alunos e de professores que por lá passaram. O que se discute é a facilidade de acesso à formação docente rural aos rapazes, pois eles tinham garantida a permanência na escola no regime de internato. É possível que esse benefício explique porque a profissão de professor rural fosse buscada por mais rapazes do que moças.
Resumen En este estudio, analizamos el tema del internado rural, de las narrativas de los sujetos que experimentaron una experiencia educativa en una institución educativa pública, en el municipio de Osório/RS, que desarrolla un proyecto de formación de maestros rurales. El sujeto y el objeto de esta investigación caen dentro del campo de estudio de la historia de la educación, las relaciones de género basadas en una escuela mixta en mediados del siglo XX, teniendo la memoria mientras el documento y como metodología de la historia Oral. La escuela representada para estos jóvenes la posibilidad de conocer otro mundo, distinto de su cultura familiar, promover la difusión del conocimiento y oportunísima de la alta sociedad. Pluralidad, coeducación y facilidad de uso parecen resumir los recuerdos de esta institución en Osório, como una escuela inusual, una experiencia única en la vida de los estudiantes y profesores han pasado. Qué pasa si se discute la facilidad de acceso a la formación de los chicos porque habían garantizado la permanencia en la escuela internado docente rural. Es posible que este beneficio explica por qué la profesión de maestro rural era buscada por más chicos que chicas.
Abstract In this study, we exanune the topic of a rural boarding school based on the narratives of subjects who had an instructional experience in an educational public institution in the city of Osório/ RS, Brazil, dm·ing a rural teachers training pmject.The subject and the objective of this research fali in the field of History of Education, and the development of gender relations in a coeducational school in the first half of the XX century.This study assumes memory as a document and oral history as methodology. 1he school represented to these youth the possibility of getting to know a world dilierent from their familiar culture. It also promoted the dissemination of knowledge and enabled socialization. Plurality, co-edu cation, and harmonious living seem to encapsulate the memories of this institution in Osório as an extraordinary school, a unique experience in the life of those students and teachers. This article discusses the ease of access to rural teacher tt·aining by yotmg men who had the guarantee of a permanent situation at school as boarders. This benefit may explain why the profession of rural teacher was sought to a gt·eater extent by men rather than women.
Contido em Revista Historia de la Educación Latinoamericana. Boyacá, Colombia. Vol. 18 , n. 26, (jan./jun. 2016), p. 183-202
Assunto Escola normal
Escola rural
Gênero
História da educação
[en] Gender relations
[en] Journal History of Latin American Education
[en] Memories of teachers and students
[en] Rural education
[es] Educación rural
[es] Las relaciones de género
[es] Recuerdos de profesores y alumnos
[es] Revista Historia de la Educación Latinoamericana
Origem Estrangeiro
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/159392
Arquivos Descrição Formato
001015633.pdf (439.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.