Repositório Digital

A- A A+

O operon fixABCX de Azospirillum brasiliensis Sp7 é regulado por um promotor dependente de NifA e codifica polipeptídeos homólogos aos produtos dos genes ETF's

.

O operon fixABCX de Azospirillum brasiliensis Sp7 é regulado por um promotor dependente de NifA e codifica polipeptídeos homólogos aos produtos dos genes ETF's

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O operon fixABCX de Azospirillum brasiliensis Sp7 é regulado por um promotor dependente de NifA e codifica polipeptídeos homólogos aos produtos dos genes ETF's
Autor Sperotto, Raul Antonio
Orientador Passaglia, Luciane Maria Pereira
Schrank, Irene Silveira
Data 2003
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Molecular, Celular e Funcional: Bacharelado.
Assunto Azospirillum brasilense
Operon
Proteínas
Resumo O processo de fixação biológica do nitrogênio permite que este composto, inacessível na sua forma molecular (N2), possa ser incorporado pelos vegetais e por outros organismos que destas plantas se alimentarem. Esse processo é realizado por microrganismos especializados chamados diazotróficos. Fazendo parte desse grupo estão as bactérias do gênero Azospirilium. Para realizar a transformação do N2 em formas quimicamente reativas (por exemplo, amônia), esses microrganismos utilizam o sistema enzimático da nitrogenase. Este sistema é bastante complexo e depende da ativação coordenada de diversos genes, entre eles os genesfixABCX. Em A. brasilense, estes 4 genes formam um único operon e são transcritos conjuntamente. A região promotora desse operon possui elementos que estão presentes em todos os genes que participam do processo de fixação biológica do nitrogênio, destacando-se: 3 seqüências chamadas UAS (upstream activator sequence) que servem para ancoragem da proteína ativadora NifA, um sítio de ligação para a proteína IHF (integration host jàctor) e um elemento promotor nas posições - 2'4 (GG) e - 12 (GC), local de ligação da RNA polimerase complexada com o fator sigma alternativo ( cr54 ) . Além destas seqüências, há um possível elemento promotor na posição -35/-10, que pode ser reconhecido pelo fator cr70 de Eschen chw co/i. Para verificar a atividade da região reguladora do operonfaABCX, foi realizado, neste trabalho, a fusão entre a região promotora e o gene-repórter lacZ. Para tanto, a região promotora (contendo alterações nucleotídicas no sítio de reconhecimento para o fator cr70 de E. co/i) foi isolada pela reação em cadeia da polimerase (PCR), gerando um fragmento de 273 pares de bases, que foi clonado no vetor pMC1403, gerando o recombinante pMCpfixmut. Para testar a necessidade da presença da proteina NifA na ativação da transcrição, o plasmídeo recombinante foi transformado em linhages de E. co/i MCl 061 contendo ou não o plasmideo pCK3, que expressa constitutivamente a proteína NifA de Klebsiel/a pneumoniae. Foi demonstrado que o promotor do operonjlxABCX segue o sistema de regulação encontrado em outros genes nifou[LX, ou seja, somente é ativo na presença da proteína NifA. Através da elevada homologia entre as proteínas FixABCX com flavoproteínas transportadoras de elétrons eucarióticas e procarióticas, também foi possível sugerir que estes quatro genes desempenhem uma função ·relacionada ao transporte de elétrons para o processo de fixação biológica do nitrogênio.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159473
Arquivos Descrição Formato
000391529.pdf (14.08Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.