Repositório Digital

A- A A+

Avaliação preliminar da variação espacial de nitrogênio inorgânico em solos de ocorrência de Araucaria angustifolia

.

Avaliação preliminar da variação espacial de nitrogênio inorgânico em solos de ocorrência de Araucaria angustifolia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação preliminar da variação espacial de nitrogênio inorgânico em solos de ocorrência de Araucaria angustifolia
Autor Garbin, Mário Luis
Orientador Dillenburg, Lucia Rebello
Data 2003
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Ambiental: Bacharelado.
Assunto Ecofisiologia vegetal
Taxonomia vegetal : Araucariaceae
Resumo O reflorestamento com Araucaria angustifolia exige conhecimentos acerca da biologia da espécie; neste aspecto, a relação dela com o solo de sua ocorrência é de fundamental importância. A forma de nitrogênio inorgânico disponibilizado para espécie, pode ter grande influência no seu estabelecimento e no seu desenvolvimento. Assim, torna-se central a compreensão dos padrões de heterogeneidade espacial na disponibilidade de nitrogênio inorgânico em solos onde a espécie ocorre. O objetivo do presente estudo é caracterizar esla variabilidade quanto às quantidades líquidas de N-N03- e N-NH4 1 • Para isso foram escolhidos três sítios: uma plantação de l'inus taeda, uma área de mata nativa e uma área de campo, onde foi constatada a presença de A. angustifolia. Para cada sítio foi delimitado um "quadrat" de 30x9 m c coletouse amostras (compostas de 3 subamostras) de 60 g de solo, espaçadas 3 m entre si, com 20 em de profundidade. As amostras foram avaliadas quanto aos teores de NN03- -1 N-N02- e N-NH4 1 • Os resultados indicam que o amônio está presente nestes solos em quantidades bem maiores que o nitrato (de 1,5 a 6 vezes, em média). O que está associado ao caráter fortemente ácido desses solos. Os sítios diferem parcialmente entre si, e a variabilidade espacial dentro dos sítios foi bastante alta (P:s;O,OOl) tanto para amônio quanto para nitrato. Tais resultados indicam que a espécie pode seguir o mesmo padrão preferencial por amônio, como fonte de nitrogênio, identificado para muitas coníferas que crescem em solos ácidos de climas temperados com altos teores de amônio e fortemente ácidos. Estudos futuros devem avaliar variações em escalas menores de espaço, associando-se parâmetros como taxas de mineralizaçao e de nitrificação, bem como variações de pH e temperatura, além de avaliações sazonais.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159484
Arquivos Descrição Formato
000355193.pdf (7.275Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.