Repositório Digital

A- A A+

A relação entre a aquisição de linguagem e a deficiência visual : seria a visão um fator determinante na aquisição?

.

A relação entre a aquisição de linguagem e a deficiência visual : seria a visão um fator determinante na aquisição?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A relação entre a aquisição de linguagem e a deficiência visual : seria a visão um fator determinante na aquisição?
Autor Zucconelli, Simone
Orientador Milano, Luiza Ely
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Faculdade de Odontologia. Curso de Fonoaudiologia.
Assunto Aquisição da linguagem
Cegueira
Criança
[en] Blind people
[en] Dialogism
[en] Language acquisition
Resumo O presente trabalho apresenta uma revisão de literatura a cerca do tema aquisição de linguagem em crianças cegas. A partir da perspectiva teórica de Cláudia De Lemos, a qual embasa os questionamentos sobre o tema, buscam-se algumas respostas relacionadas com as peculiaridades que essas crianças apresentam no processo de aquisição de linguagem. Procura-se entender como as crianças cegas desenvolvem estratégias de apoio para a falta de contato visual e quais estratégias são essas. Sendo assim, neste trabalho, é apresentada uma reflexão sobre um tema ainda pouco desbravado pela fonoaudiologia, mas que requer um olhar mais aprofundado desses profissionais, visto que a visão ou falta dela implica em algumas particularidades no processo de aquisição da linguagem. Consegue-se destacar que há elementos verbais e não verbais apresentam singularidades no processo de aquisição de linguagem nas crianças cegas tais como, prosódia, tato, interação com o outro e certas particularidades dos processos dialógicos (estudados por Cláudia de Lemos). Constata-se que a falta de visão não se torna um impedimento no processo de aquisição de linguagem, porém apresenta algumas particularidades quando se trata de crianças cegas.
Abstract This study presents a literature review over language acquisition in blind children. From the review of the main theoretical axes that fundament the language acquisition, the interactionist theoretical perspective brought by Claudia de Lemos was the one chosen for this paper, searching for answers related to the peculiarities that those children present during the process of language acquisition. It is intended to understand how blind children develop support strategies for the lack of visual contact and what strategies are there. Therefore, this paper presents the thoughts over a theme that has still not been over investigated by speech therapy, but that still requires a deeper look over, since vision (or the lack of it) implies some peculiarities in the process of language acquisition. Besides, there are verbal and non-verbal elements that present singularities in the process of language acquisition in blind children, such as prosody, tact, interaction with others and other particularities in the dialogic processes (studied by Claudia de Lemos). It has been found that the lack of vision is not impeditive to the language acquisition process, but it presents some particularities when referring to blind children.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159528
Arquivos Descrição Formato
001023535.pdf (143.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.