Repositório Digital

A- A A+

Impulsividade e controle inibitório nos transtornos alimentares : revisão sistemática

.

Impulsividade e controle inibitório nos transtornos alimentares : revisão sistemática

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impulsividade e controle inibitório nos transtornos alimentares : revisão sistemática
Autor Terroso, Lauren Bulcão
Almeida, Rosa Maria Martins de
Resumo Este estudo teve como objetivo realizar uma revisão sistemática da literatura acerca da relação entre impulsividade e controle inibitório nos transtornos alimentares. Para tanto, foi realizada uma busca de artigos científicos nos idiomas inglês, português ou espanhol, nas seguintes bases de dados: Web of Science, Scopus e PubMed. Foram encontrados 48 artigos para compor o presente estudo. Foram examinadas diferenças nas comparações entre os tipos de TA no que tange a impulsividade e distinções entre homens e mulheres no que se refere a essas características. A maioria dos estudos destacou que a impulsividade é uma característica presente nos comportamentos de purga e compulsão alimentar, sendo que, quanto mais impulsivo o sujeito, maior a probabilidade de manifestarem esse tipo de conduta. Assim, de acordo com esses resultados, verificou-se que a impulsividade não diferencia o diagnóstico do TA, e sim o seu subtipo de apresentação.
Abstract This study aims to perform a systematic review of the literature on the relationship between impulsivity and inhibitory control in eating disorders (ED). For this purpose, a search for scientific articles in English, Portuguese and Spanish was performed in the following databases: Web of Science, Scopus and PubMed. We found 48 articles for composing the present study. Differences were examined between types of ED regarding impulsivity and distinctions between men and women with regard to these characteristics. Most studies have highlighted impulsiveness as a characteristic present in the behavior of purging and binge eating, and the more impulsive the subject, the more likely to experience this kind of conduct. Thus, according to these results, we think that impulsivity does not differentiate the diagnosis of ED but its presentation subtype.
Contido em Contextos Clínicos. São Leopoldo. Vol. 9, n. 2 (jul./dez. 2016), p. 194-201.
Assunto Impulsividade
Inibição (Psicologia)
Revisão sistemática
Transtornos alimentares
[en] Eating disorders
[en] Impulsivity
[en] Inhibitory control
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/159540
Arquivos Descrição Formato
001016587.pdf (924.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.