Repositório Digital

A- A A+

Mobilidade urbana sustentável: um comparativo das cidades de Porto Alegre e Curitiba

.

Mobilidade urbana sustentável: um comparativo das cidades de Porto Alegre e Curitiba

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mobilidade urbana sustentável: um comparativo das cidades de Porto Alegre e Curitiba
Outro título Mobilidade urbana sustentável: um comparativo entre Porto Alegre e Curitiba
Autor Cunha, Mateus Bandeira da
Orientador Senna, Luiz Afonso dos Santos
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Desde a inserção do automóvel na vida cotidiana das cidades, estas foram planejadas focando-se em melhorar a velocidade de deslocamentos do modal, ignorando-se outras opções como o transporte coletivo ou não motorizado. Este modelo de planejamento, hoje considerado obsoleto, deu origem a diversos problemas observados hoje nas metrópoles de todo o mundo como crescentes taxas de congestionamento, poluição do ar em função das emissões dos veículos e acidentes de trânsito. Diante deste cenário propôs-se um novo paradigma de planejamento urbano e gestão de mobilidade para nossos centros urbanos, o da mobilidade urbana sustentável, que visa democratizar o acesso às cidades e minimizar os impactos do ser humano no meio ambiente. Alguns municípios, como Curitiba no Paraná, já vêm adotando práticas de mobilidade sustentável desde etapas mais anteriores de seu desenvolvimento. Este trabalho tem por objetivo a comparação dos aspectos referentes á sustentabilidade no transporte urbano das cidades Curitiba – PR e Porto Alegre – RS por meio de indicadores de desempenho. Com a comparação foi possível constatar que facetas da gestão do transporte urbano de Curitiba poderiam ser utilizadas como benchmark em Porto Alegre e vice-versa. Feita a análise concluiu-se que, por mais que Curitiba tenha sido um exemplo de modelo a ser seguido por outros centros urbanos, hoje seu sistema se encontra próximo a um cenário de saturação, necessitando de intervenções para melhorar sua produtividade e acessibilidade. No caso de Porto Alegre, a cidade poderia utilizar soluções já implementadas em Curitiba como o Bus Rapid Transit (BRT), visto que a cidade já possui uma infraestrutura de priorização do transporte coletivo explorada abaixo de seu potencial e esta é uma opção mais barata e de fácil implementação do que sistemas de transporte em massa mais sofisticados como o metro.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159567
Arquivos Descrição Formato
001019432.pdf (2.258Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.