Repositório Digital

A- A A+

Redução de vida útil de um pavimento considerando o espectro de cargas num cenário de tráfego com excesso de carga

.

Redução de vida útil de um pavimento considerando o espectro de cargas num cenário de tráfego com excesso de carga

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Redução de vida útil de um pavimento considerando o espectro de cargas num cenário de tráfego com excesso de carga
Autor Ferreira Junior, Geraldo Almeida
Orientador Nunez, Washington Peres
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo No dimensionamento de pavimentos através dos métodos mecanístico-empíricos, os esforços transmitidos às camadas do pavimento pelo tráfego comercial constituem as principais solicitações consideradas. Nesse contexto, a variabilidade do volume de tráfego nas rodovias e da quantidade de carga transportada nos veículos comerciais eleva o nível de incerteza quanto à durabilidade da estrutura projetada. A fiscalização do excesso de peso, quando ocorre de forma eficaz, contribui para redução dessa incerteza no dimensionamento de pavimentos, na medida em que faz cumprir os limites legais de carga transportada pelos veículos comerciais. Este trabalho teve como objetivo estimar o consumo de vida útil de um pavimento flexível determinado pelo tráfego comercial, no período de setembro de 2013 a agosto de 2016, em dois trechos da BR 290 – Freeway. A partir do levantamento de dados de aferição de carga de dois postos de pesagem veicular - PPVs instalados na Freeway, obteve-se uma distribuição amostral de frequência de eixos por intervalos de carga. Essa distribuição amostral foi aplicada a todo o tráfego comercial da rodovia, aferido nos postos de pedágio, obtendo-se histogramas de eixos por valor de carga para o tráfego contabilizado nos dois trechos considerados, km 65 norte e km 110 norte. A partir dos valores de carga máxima dos intervalos adotados nos histogramas, calcularam-se com o auxílio do software Everstress as deformações de tração máximas no plano mais inferior da camada asfáltica. Essas deformações foram usadas na estimativa da vida de fadiga através do modelo de Salomão Pinto. Através da vida de fadiga, que fornece o número admissível de eixos, e do quantitativo de eixos que circularam na rodovia no período, estimou-se, por espectro de cargas, o consumo de vida útil do pavimento para os dois trechos da Freeway. O consumo de vida útil para os dois trechos resultou em 66% para o trecho norte do km 110, em Eldorado do Sul, e em 70% para o trecho norte do km 65, em Gravataí. A adoção de critérios para o dimensionamento de pavimentos deve levar em consideração a distribuição de carga por eixo verificada na rodovia, incluindo os eixos carregados acima dos limites legais e também aqueles carregados com carga abaixo dos limites. Só assim as solicitações do tráfego estarão compatíveis com a realidade e o período determinado para o projeto será atendido.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159590
Arquivos Descrição Formato
001019394.pdf (2.440Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.