Repositório Digital

A- A A+

Estudo sobre a disposição dos usuários a caminhar mais para obter um transporte público de melhor qualidade

.

Estudo sobre a disposição dos usuários a caminhar mais para obter um transporte público de melhor qualidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo sobre a disposição dos usuários a caminhar mais para obter um transporte público de melhor qualidade
Autor Rocha, Juliana Scherer
Orientador Larrañaga Uriarte, Ana Margarita
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo A grande quantidade de automóveis nas grandes cidades vem gerando diversas externalidade, como congestionamentos, acidentes de trânsito e poluição, e o transporte coletivo por ônibus exerce um importante papel para a diminuição destes problemas. Desejando-se atrair mais pessoas e manter as que já o utilizam, melhorias no transporte público tornam-se essenciais e o espaçamento adequado entre paradas pode melhorar significativamente o nível de qualidade do serviço ofertado, visto que permite o aumento do tempo em que o ônibus mantem uma velocidade constante, gerando uma possível diminuição no tempo de viagem dos usuários. Desta forma, o objetivo deste trabalho é avaliar a disposição dos usuários do transporte público de Porto Alegre a realizar um maior deslocamento a pé até a parada do ônibus se forem ofertadas melhorias no serviço ofertado. A ferramenta escolhida para a realização deste estudo foi a Pesquisa de Preferência Declarada, uma técnica em que cenários hipotéticos e tecnologicamente viáveis são criados e apresentados aos entrevistados para que estes escolham uma das alternativas propostas ao longo da entrevista. A presente pesquisa comparou duas opções de linhas de ônibus e apresentou níveis de variação para 5 atributos e utilizou um desenho eficiente para montar os cenários que seriam apresentados. A pesquisa final foi composta por 9 cenários e 4 faixas temporais, gerando um total 36 cartões. As respostas recolhidas foram modeladas e geraram funções utilidade para os cenários propostos e com isso foi possível calcular o trade-off entre a distância de caminhada e os outros atributos abordados e verificar que, sim, as pessoas estariam dispostas a caminhar mais para ter acesso ao transporte público se algumas mudanças fossem realizadas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159609
Arquivos Descrição Formato
001019416.pdf (4.060Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.