Repositório Digital

A- A A+

Alvenaria estrutural: recuperação e reforço de edificação residencial

.

Alvenaria estrutural: recuperação e reforço de edificação residencial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alvenaria estrutural: recuperação e reforço de edificação residencial
Autor Michelon, Diego
Orientador Désir, Jean Marie
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Na última década, em decorrência dos programas sociais de habitação instituídos pelo governo federal, as construções que utilizam a alvenaria estrutural se multiplicaram. Com esta maior utilização, e com execução cada vez em ritmo mais acelerado, foram surgindo patologias estruturais em diversas edificações. Neste trabalho serão levantadas as principais manifestações patológicas estruturais envolvendo a alvenaria estrutural, bem como possíveis soluções, de recuperação ou reforço, para cada uma delas. Após isso, para aplicar os conhecimentos adquiridos, será estudado um caso de uma edificação residencial em alvenaria estrutural, onde serão listadas as patologias encontradas, expostas algumas soluções e, por fim, será escolhida a solução que, na interpretação feita, apresentará os melhores resultados levando-se em conta tanto à eficácia na eliminação das patologias quanto o custo benefício para o padrão do prédio.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159613
Arquivos Descrição Formato
001019360.pdf (2.322Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.