Repositório Digital

A- A A+

Análise da influência de aditivos superplastificantes no comportamento de pastas de cimento Portland com e sem adição de fíler calcário

.

Análise da influência de aditivos superplastificantes no comportamento de pastas de cimento Portland com e sem adição de fíler calcário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da influência de aditivos superplastificantes no comportamento de pastas de cimento Portland com e sem adição de fíler calcário
Autor Bastos, Arthur Paulo Ozelame
Orientador Kirchheim, Ana Paula
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Os aditivos químicos para o concreto são elementos imprescindíveis ao atual patamar de inovação em que se encontra a construção civil. A sofisticação que as soluções de engenharia vêm implementando exigem a versatilidade de seus produtos componentes e, neste aspecto, os aditivos são responsáveis por modificarem as características dos sistemas, tanto no estado fresco quanto no estado endurecido, originando e inserindo no mercado novos materiais, como os concretos de alto desempenho. O entendimento das interações entre cimento e aditivo ainda não são totalmente compreendidos devido à complexidade dos mecanismos químicos envolvidos durante a hidratação do cimento na presença de aditivos orgânicos. Desta forma, o presente trabalho visa analisar a influência de três aditivos superplastificantes, de base polinaftaleno-sulfonatos (PNS) e policarboxilatos-éster (PCE), em sistemas baseados em pastas de cimento Portland com (CP IIF) e sem a presença fíler calcário (CPI). O programa experimental fundamentou-se em técnicas de calorimetria isotérmica de condução, ensaio de resistência à compressão uniaxial e mini slump, sendo possíveis análises do fluxo de calor de hidratação, resistência à compressão e espalhamento/abatimento dos sistemas, frente aos diferentes tipos de aditivos e cimentos utilizados. A partir da análise dos resultados, foi possível concluir que a incorporação de aditivos de base PNS e PCE, nos sistemas baseados em cimento CPI e CP IIF, retardaram o desenvolvimento do pico de hidratação para os sistemas com adição de PNS e PCE para todas as dosagens testadas, alcançando-se retardo máximo de ~12 h para um sistema com 0,8 % de aditivo PNS incorporado. Em relação ao desenvolvimento de resistência mecânica à compressão, os três tipos de aditivos incorporados influenciaram o ganho de resistência de todos os sistemas analisados. Para o caso de cimento CPI com adição de PCE, em teor de 0,4 %, foi atingida resistência 118 % superior à do sistema de referência, aos 28 dias, alcançando-se o máximo de 59 MPa. Em relação ao espalhamento e à perda de abatimento dos sistemas, os resultados indicaram aumento no espalhamento para todos os sistemas com incorporação de aditivo, conforme esperado. Foi observada maior eficiência no espalhamento para os sistemas baseados em cimento CP IIF, o qual apresentou aumento de 133 % de espalhamento para o sistema de referência, em relação ao sistema baseado em CP I.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/159631
Arquivos Descrição Formato
001019348.pdf (3.558Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.