Repositório Digital

A- A A+

Fatores de sucesso na internacionalização ativa de pequenas e médias empresas de software : estudo de casos do Brasil e da França

.

Fatores de sucesso na internacionalização ativa de pequenas e médias empresas de software : estudo de casos do Brasil e da França

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores de sucesso na internacionalização ativa de pequenas e médias empresas de software : estudo de casos do Brasil e da França
Autor Galimberti, Maurício Floriano
Orientador Fracasso, Edi Madalena
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Estudo de caso : Administracao
Internacionalização
Mercado internacional
Pequenas e medias empresas
Software
[en] Active internationalization
[en] Software SMEs
[en] Success factors in the internationalization
Resumo A internacionalização de pequenas e médias empresas (PMEs) de software é crescente em diversas regiões do globo, mas as teorias e modelos de internacionalização têm mostrado limitações em explicar o sucesso destes tipos de PMEs em mercados internacionais. A grande maioria dos estudos sobre internacionalização está focada em corporações multinacionais, o que motiva o aprofundamento da investigação sobre internacionalização de PMEs de produtos e/ou serviços inovativos ou de alta tecnologia, denominada de internacionalização ativa. O objetivo central deste trabalho é pesquisar quais são os fatores que contribuem para que PMEs de software entrem e mantenham-se no mercado internacional. Para alcançar este objetivo foi proposto um modelo com as variáveis que influenciam a internacionalização ativa e foram coletados dados junto ao setor de software do Brasil, como país em desenvolvimento, ou não-central, e da França enquanto um país central tecnologicamente. A pesquisa foi conduzida pelo método de estudo de casos, com três empresas de cada país. A internacionalização é tratada como entrada ou acesso a mercados internacionais, desde que "ativa", e independentemente da estratégia adotada para acesso. A análise dos diferentes modelos e teorias contemporâneos, juntamente com os resultados obtidos na pesquisa empírica, permite concluir que para as empresas estudadas serem bem sucedidas em seus processos de internacionalização, elas devem ter: capacidade de inovação; dirigentes com um alto nível de empreendedorismo; com capacidade para inserir-se em networks; e ter conhecimentos do mercado externo com especificidades diferentes em função do avanço das ações internacionais. Embora não seja possível generalizar as conclusões a partir do estudo de casos, elas poderão fornecer subsídios para projetos tanto em software como em inúmeros setores inovativos e de alta tecnologia. Além disso, embora a motivação esteja no setor brasileiro, o modelo e a análise realizada possibilitam que a pesquisa venha a contribuir para o setor de software de maneira mais ampla.
Abstract The internationalization of small and medium-sized software enterprises (SMEs) is growing in many parts of the world, yet the theories and models of internationalization have proven unable to fully explain the success of this type of SME in international markets. Most studies on internationalization are focused on multinational corporations, what motivates further studies on the internationalization of SMEs specializing in innovative or high technology products and services, denominated active internationalization. The central aim of this thesis is to identify which factors contribute towards entering and maintaining software SMEs in the international market. A model with variables that influence the active internationalization has been proposed and data were collected from the software industry in Brazil, as a developing or non-central country, and also in France, as a technologically central country. The research was conducted by case study method with three companies from each country. The internationalization is treated as entry or access to international markets, provided it is "active" and regardless the strategy adopted for its access. The analyses of different contemporary models and theories added to the results obtained from the empiric research allow us to conclude that for the studied companies to be successful in their internationalization processes they must have a capacity for innovation, highly entrepreneurial directors with capacity to participate in networks and knowledge of foreign market with different specificities depending on the progress of the international actions. Although it is not possible to generalize the findings from the case study, they can provide support to projects in the software sector as well as to many innovative and high technology sectors. Moreover, although the motivation is in the Brazilian sector, the model and the analyses accomplished enable the research to contribute to the software sector in a broader way.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/16069
Arquivos Descrição Formato
000695554.pdf (1.720Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.