Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do impacto de métodos de atenção farmacêutica em pacientes hipertensos não-controlados

.

Avaliação do impacto de métodos de atenção farmacêutica em pacientes hipertensos não-controlados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do impacto de métodos de atenção farmacêutica em pacientes hipertensos não-controlados
Autor Simoni, Cristina Rosat
Orientador Castro, Mauro Silveira de
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Assistência farmacêutica
Hipertensão arterial
[en] Adherence
[en] Hypertension
[en] Pharmaceutical care
[en] Primary care
Resumo A Atenção Farmacêutica é a interação direta do farmacêutico com o usuário, visando uma farmacoterapia racional e obtenção de resultados definidos e mensuráveis, voltados para a melhoria da qualidade de vida. Em 2002, no Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica foram propostos macro-componentes para a sua prática. Esta pode contribuir para diminuição da não-adesão e de erros de medicação, mas em que grau cada um dos macro-componentes atua ainda é parâmetro a ser estabelecido. A hipertensão arterial sistêmica é um problema de saúde pública, sendo que a prevalência na população varia de 22% a 44%. Vários estudos demonstram que a prevalência de não-adesão aos anti-hipertensivos varia de 20 a 90%. Mesmo em nível internacional, as pesquisas em Atenção Farmacêutica são de menor qualidade ou possuem vieses, não descrevendo o método de atendimento adotado. Baseado nisto, se propôs a realização de um ensaio clínico randomizado aberto, em paralelo, onde foram analisados três macro-componentes da atenção farmacêutica (grupos intervenção): seguimento farmacoterapêutico; orientação farmacêutica; dispensação de medicamentos. Os estudos foram desenvolvidos em farmácias-escola sendo 3 em Unidades Básicas de Saúde e uma localizada nas imediações de um hospital universitário e de uma unidade básica de saúde, sendo o grupo controle o atendimento usual em cada uma delas. Foram incluídos hipertensos não-controlados que compareceram para retirar medicamentos nos locais previstos para atendimento. O tempo de acompanhamento dos pacientes foi de 8 meses. Os desfechos primários analisados foram: hipertensão arterial, medida com aparelho automático, por meio de no mínimo duas leituras. e adesão ao tratamento, sendo esta verificada por método direto (medida dos níveis plasmáticos de hidroclorotiazida no início e fim do estudo) e indireto (controle de comparecimento para retirada de medicamentos durante o período de estudo). Como desfecho secundário, foi computado o número de problemas relacionados a medicamentos identificados e solucionados em cada grupo e a capacidade de cada centro executar as intervenções propostas, por meio de visitas no fim do estudo, relatos e preenchimento das fichas de coleta de dados. O processamento dos dados foi realizado pelo investigador principal no centro coordenador e exportado para SPSS para análise estatística. Foram randomizados 301 pacientes, entre setembro de 2006 e janeiro de 2008. Destes, 79 foram alocados ao grupo seguimento, 66 à orientação, 78 à dispensação e 78 ao controle. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os deltas dos níveis pressóricos dos grupos estudados em relação ao grupo controle. A orientação foi a intervenção que apresentou diminuição bruta mais acentuada, em comparação com o grupo controle: ΔPA sistólica = -4,0 e ΔPA diastólica = - 0,8. Para as análises de adesão, foi excluído um dos centros, por não ter realizado estas medidas. A hidroclorotiazida foi detectada em 135 dos 174 pacientes que realizaram a medida final, porém não se observou diferença estatística entre os grupos de intervenção (P = 0,378), o mesmo ocorrido no método indireto (P = 0,188). Entre os pacientes estudados 124 (41,2%) tiveram PRMs detectados. Foram identificados 257 PRMs, sendo 115 resolvidos. A PA sistólica baixou 7,0 mmHg a mais no grupo em que se solucionaram PRMs em relação ao grupo que não teve PRM resolvidos (P = 0,041). Nos centros do Rio de Janeiro e Ijuí, a estrutura, que compreende a parte física, acesso aos médicos e prontuários, além da existência de recursos humanos qualificados e com capacidade operacional otimizada, era deficitária frente aos dois outros centros. Os centros de Porto Alegre e Araucária desenvolveram satisfatoriamente o estudo. Apesar de não se haver detectado diferenças entre os grupos, o processo de se solucionar PRMs pode ajudar na redução dos níveis pressóricos em hipertensos não-controlados usuários de farmácias-escola comunitárias ligadas a Unidades Básicas de Saúde. A fim de se aumentar a efetividade dos métodos de atenção farmacêutica descritos sugere-se melhorias na estrutura das farmácias, bem como disponibilidade de recursos humanos com treinamento adequado.
Abstract Pharmaceutical Care is the direct interaction of the pharmacist with the patient, aiming at a rational pharmacotherapy and attainment of definite and measurable results, toward the improvement of the quality of life. In 2002, in the Brazilian Consensus of Pharmaceutical care macro-components for their practical were developed. They can contribute for reduction of non adherence and medication errors, but in which degree each one of the macro-components still acts yet has to be established. Hypertension is a problem of public health, being that the prevalence in the population varies from 22% to 44%. Several studies demonstrate that the prevalence of non adherence to antihypertensives varies from 20% to 90%. Even on an international level, the pharmaceutical care research has poor quality or high prevalence of bias, without describing the intervention method adopted. Based in this, we proposed a open randomized clinical trial, in parallel, developed in pharmacies of Brazilian Basic Units of health, controlled by the current system of medicine distribution. To be included, the individuals must had their blood pressure levels uncontroled, and appeared to remove medicines in the places foreseen for attendance. They had been placed randomly in one of the groups: pharmacotherapy follow-up; pharmaceutical counseling; medicines dispensing and control, for 8 months. The analyzed primary outcomes had been: blood pressure, measured by an automatic device, within at least two readings and adherence to the hypertensive treatment, being this verified by a direct method (hydrochlorothiazide plasma levels at the beginning and end of the study) and a indirect one (control of attendance for medicine withdrawal during the period of study). As secondary outcomes, the number of drug related problems identified and solved was computed, as well as the capacity of each center of execute the interventions, analized by visits in the end of the study, questionaries and by the case report forms notes. The processing of the data was carried through by the main investigator and exported to SPSS and WinPEPI for the statistical analysis. 301 patients had been randomized, between September of 2006 and January of 2008. Of these, 79 had been placed to the pharmacotherapy follow-up group, 66 to the pharmaceutical counseling, 78 to medicines dispensing and 78 to the control group. The pharmaceutical counseling was the intervention that best improved BP, having as comparison the control group: Sistolic ΔBP = -4.0 and diastolic ΔBP = - 0.8, however without statistical significance. For the adherence analyses, one of the centers had been excluded, for not having carried through these measures. The presence of hydrochlorothiazide levels was detected in 135 of the 174 patients who had carried through the final measure, however without statistical significance between the groups (P = .378), with the same occurrence from the indirect method (P = .188). 124 subjects (41.2%) had had DRP detected. 257 had been identified, being 115 of them solved. The sistolic BP had lowered 7.0 mmHg more in the group of individuals who had their DRP solved in relation to the group that did not have DRP solved (P = .041). On the centers of Rio de Janeiro and Ijuí , the structure , what it comprises the physics part, access to practictioners and records , beyond from existence of human resources qualified and with optimized operating capacity, was deficient. The centers of Porto Alegre and Araucária had satisfactorily developed the survey. Although we didn’t have detected differences between the groups, the process of solving drug related problems could help in the reduction of blood pressure levels in communitary pharmacies of the Brazilian Basic Units of Health. In order to increase the effectiveness of the described methods, one suggests improvements in the pharmacies structure, as well as more human resources with adequate training.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/16094
Arquivos Descrição Formato
000696483.pdf (2.184Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.