Repositório Digital

A- A A+

Aquisição dos pronomes "eu" e "tu" por portadores de Síndrome de Down

.

Aquisição dos pronomes "eu" e "tu" por portadores de Síndrome de Down

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aquisição dos pronomes "eu" e "tu" por portadores de Síndrome de Down
Autor Cruz, Gabriela Fontana Abs da
Orientador Siqueira, Maity Simone Guerreiro
Data 2008
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Licenciatura.
Assunto Aquisicao de linguagem
Crianca excepcional
Ensino e aprendizagem
Gramática
Linguística
Pronomes
[en] Down syndrome
[en] Language acquisition
[en] Pronouns I and you
Resumo Este trabalho tem por objetivo verificar se há problemas quanto à compreensão e utilização dos pronomes eu e tu por portadores de Síndrome de Down. Para tanto, foi feito um estudo transversal por meio de entrevistas, em que havia perguntas, baseadas no estudo proposto por Issler (1993), de compreensão e produção desses pronomes. A partir dos dados obtidos, observou-se que havia algumas semelhanças entre as respostas das crianças com desenvolvimento normal entrevistadas por Issler e as dos indivíduos com Síndrome de Down. Em perguntas de compreensão, por exemplo, ambas as pesquisas evidenciaram um caso de "não-inversão" dos pronomes meu/teu. Com relação às perguntas de produção, Issler (1993) constatou produção bastante restrita de formas pronominais, as quais eram predominantemente através de formas estereotipadas ou indiferenciadas. Já nesta pesquisa, observou-se que os entrevistados portadores de Síndrome de Down responderam de diversas maneiras as perguntas de produção, apresentando as seguintes peculiaridades: respostas com nomes de cores; respostas com dêiticos de lugar ou com gestos que indicavam onde estava o objeto; respostas com "sim" ou "aham" no lugar de respostas com formas pronominais, entre outras. Assim, a partir do estudo realizado neste trabalho, verificou-se que os indivíduos com Síndrome de Down entrevistados apresentaram evidências de que seu sistema pronominal não havia sido ainda adquirido completamente.
Abstract The aim of this study is to verify if there are problems involving comprehension and the use of the pronouns I and you by people who has Down Syndrome. That way, a transversal study was done through interviews, in which th ere were questions, based on Issler's (1993) study, of comprehension and also of the use of those pronouns. From the obtained data, it was possible to observe that there were some similarities among the answers of children with normal development interviewed by Issler and the ones with Down Syndrome. In questions of comprehension, for example, both researches showed a non-inversion case of my/your pronouns. In relation to the production questions, Issler (1993) found out very restricted pronominal forms use, which was predominantly through stereotyped or indifferent forms. In this study, it was observed that the interviewed people who have Down Syndrome answered in different ways the questions of production, presenting the following peculiarities: answers with the name of the colors; answers with deictics of place or with gestures which indicated where the object was; answers with yes or aham instead of pronominal forms, and others. Therefore, from the study done in this work, it was verified that people with Down Syndrome presented evidences of a not complete acquired pronominal system.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/16101
Arquivos Descrição Formato
000652783.pdf (333.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.