Repositório Digital

A- A A+

Entre prisões da imagem, imagens da prisão : um dispositivo tecno-poético para uma clínica do trabalho

.

Entre prisões da imagem, imagens da prisão : um dispositivo tecno-poético para uma clínica do trabalho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Entre prisões da imagem, imagens da prisão : um dispositivo tecno-poético para uma clínica do trabalho
Autor Amador, Fernanda Spanier
Orientador Fonseca, Tania Mara Galli
Co-orientador Biazus, Maria Cristina Villanova
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Imagem
Tecnologia digital
Trabalho
[en] Clinical work activity
[en] Digital technologies
[en] Image
[en] Subjectivation
Resumo Esta tese aborda os temas centrais da imagem e subjetivação, que se desdobram em outros três, de forma transversa: trabalho, que ganha a cena enquanto atividade, clínica, pensada por entre as formulações da Clínica da Atividade e dos procedimentos de Crítica e Clínica e tecnologias digitais de imagem, em seus potenciais de estetização de si e do trabalho. Situada em uma Casa Albergue Feminino, destinada a mulheres que cumprem pena em regime semi-aberto, a pesquisa teve como objetivo geral a criação de um campo de experimentação da atividade prisional pelo emprego de recursos tecnológicos de videografia digital junto a trabalhadoras agentes do sistema penitenciário. Assim, o eixo da tese consiste no dispositivo que propusemos para disparar uma análise das situações de trabalho na prisão, o qual intitulamos Tecno-Poético de Análise da Atividade, para fins de confrontação com situações do trabalho na prisão por meio do uso de câmera de vídeo e de computadores para edição de imagens. Exploramos, então, as peculiaridades da atividade de produção de imagens sobre o trabalho prisional ressaltando as imbricações entre ver, pensar e falar visando suas potencialidades para deflagrar um processo de pensamento por imagens acerca da atividade de trabalho, o que caracteriza uma vertente metodológica no percurso desta tese. Dedicamo-nos ainda, a uma vertente teórica, pela qual operamos um tensionamento conceitual visando abrir veredas no que se refere à construção de possibilidades para uma Clínica do Trabalho valendo-nos das ferramentas analíticas da Filosofia da Diferença, da Ergologia e da Clínica da Atividade, que enfatizam a afirmação do que está em vias de diferir no plano do pensamento em curso nas atividades de trabalho, enlaçando os planos dos fazeres profissionais, das tramas institucionais e da subjetivação. Buscamos uma espécie de expansão do poder de ver, por onde as cenas produzidas pelas agentes, com o uso da câmera e do software de edição, dão o testemunho de um processo pelo qual o pensamento sobre a atividade prisional foi acionado pelo próprio dispositivo imagético. Esta tese se inscreve na linha de pesquisa Interfaces Digitais em Educação, Arte, linguagem e Cognição.
Abstract The following thesis discusses two central subjects: image and subjectivation, which will result in another three subjects, such as: work, which implies, in this thesis, an activity; clinic, which involves the formulations of the Clinic of Activity and the Critic and Clinical procedures; and last but no less important, digital technologies of image, in its potentials of aesthetization of the self and work. Situated in one Feminine House Shelter, destined to women who fulfill penalty in half-open regimen, the research had as general objective the creation of a field of experimentation of prison activity through the implementation of technological resources of digital videography used by the agents workers of penitentiary system. Thus, this thesis intend to analyze the device that was applied to provoke an exam of the situations of work in prison, which was intitled Technical-Poetical Analysis of Activity, in order to collate situations from the work in prison through the use of video camera and computers to edit that images. It was explored a few peculiarities from the activity of the production of images concerning the prison work emphasizing the imbrications between seeing, thinking and speaking and aiming at its potentialities to make to appear a process of thinking through images about the activity of work, what it defines a methodological source in the history of this writing. To operate a conceptual tension that would open ways for the construction of possibilities for a Clinic of the Work it was necessary to establish a few theoretical sources, such as the analytical tools from the Philosophy of the Difference, from the Ergology and from the Clinic of the Activity, that emphasizes the affirmation of that that differs in the plan of thinking and in the course of the activities of work. The use of theoretical sources it also intends to bring together at the same time the plans of the professional attribute, the institutional trams and the subjectivation. To this extend this writing makes an attempt to search a species of expansion of the power of seeing that, considering the scenes produced for the agents with the use of the camera and a software of edition, give the certification to a process through which the thinking, on the prison activity, was provoked by the proper image device. This thesis is associated with the research line on Digital Interfaces in Education, Art, Language and Cognition.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/16313
Arquivos Descrição Formato
000700555.pdf (3.219Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.