Repositório Digital

A- A A+

Análise econômica e de risco de sistemas integrados de produção agropecuária e de bovinocultura de corte

.

Análise econômica e de risco de sistemas integrados de produção agropecuária e de bovinocultura de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise econômica e de risco de sistemas integrados de produção agropecuária e de bovinocultura de corte
Outro título Economic and risk analysis in integrated crop-livestock and beef cattle systems
Autor Mercio, Thomaz Zara
Orientador Barcellos, Julio Otavio Jardim
Co-orientador Lampert, Vinícius do Nascimento
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Bovino de corte
Gestão de risco
Mercado
Sistema de produção
Soja
[en] Beef cattle
[en] Gross margin
[en] Market
[en] Risk management
[en] Soybean cash crop
Resumo O objetivo do trabalho foi realizar uma análise econômica e de risco em sistemas integrados de produção agropecuária (SIPA) e de bovinos de corte de ciclo completo na Campanha Meridional do Rio Grande do Sul, região sul do Brasil, por um modelo de simulação. O modelo foi desenvolvido e operado em planilhas dinâmicas do Microsoft Excel®. O trabalho foi dividido em duas etapas, na primeira, foi realizada uma identificação e análise dos riscos existentes na produção de bovinos de corte e SIPA. Na segunda, foi realizada uma análise econômica e uma avaliação dos riscos de três sistemas de produção. Como resultado da primeira etapa, os principais fatores de risco na bovinocultura foram, condições climáticas, custo de produção, capacidade de investimento e gestão da propriedade. Na SIPA foram identificados novos ricos, como a produtividade da soja (Glycine max) e desconhecimento da atividade. No entanto, do total dos riscos considerados mais importantes, metade deles estão presentes nas duas atividades. Na segunda etapa, foram estabelecidos três sistemas de produção, bovinocultura de corte de ciclo completo (SBC), bovinocultura de corte de ciclo completo associado com leasing de uma área para soja (SLS) e bovinocultura de corte de ciclo completo com o cultivo de soja pelo próprio pecuarista (SCS). O sistema que apresentou maior margem bruta foi o SLS (R$ 223,57/ha) comparado aos outros dois sistemas (SBC: R$ 138,11/ha; SCS: R$ 149,62/ha). O SCS apresentou o maior risco entre os sistemas, devido a maior amplitude de resultados na margem bruta. A produtividade média da pecuária foi similar nos sistemas SBC e SLS (129,55 e 131,74 kg PV/ha/ano). Com exceção da produtividade da soja que foi o principal risco no SBS, todos os outros estiveram ligados as fontes de risco de mercado. Conclui-se que os produtores rurais percebem o SIPA com maior risco do que a bovinocultura. Em ambos os casos, o risco de produção é o que apresenta o maior número de fatores com alto risco de ocorrência e, portanto, deve receber especial atenção pelos produtores rurais. O que foi consolidado quando se concluiu que o melhor sistema foi o SLS por apresentar melhor margem bruta e menor risco que o SCS, e este último foi o que apresentou o maior risco, no entanto, os riscos que mais influenciaram a variação da margem bruta foram os de mercado e não os de produção.
Abstract The aim of this study was compare the economic and risk analysis on an integrated crop-livestock (ICLS) and a cycle complete beef cattle systems in the Campanha Meridional of Rio Grande do Sul, Brazilian Southern Region, through a simulation model. The simulation model was developed and operated through Microsoft Excel® dynamic worksheets. The research was divided in two stages, in the first, an identification and analysis of the existing risks in the production of beef cattle and ICLS was carried out. In the second, an economic and risk analysis of the three production systems. Because of the first stage, the main risk factors in beef cattle farming were climatic conditions, production cost, investment capacity and farm management. In the ICLS there were changes such as soybean yield (Glycine max) and lack of knowledge of the activity. However, of the total risks considered most important, half of them were present in both activities. In the second stage, three production systems were established, cycle complete beef cattle (SBC), cycle compete beef cattle associated with leasing of a soybean area (SLS) and cycle compete beef cattle with the cultivation of soybean by the owner (SCS). The system with the highest gross margin was SLS (R$ 223.57/ha) compared to the other two systems (SBC: R$ 138.11/ha; SCS: R$ 149.62/ha). The SCS presented the highest risk among the systems, due to the greater range of gross margins. The average productivity of livestock was similar in the SBC and SLS systems (129.55 and 131.74 kg PV/ha/year). Except for soybean yield that were the main risk at SCS, all others were linked to market risk sources. It is concluded that farmers perceive the SIPA with greater risk than beef cattle systems. In both cases, production risks are the one that presents the highest number of factors with high risk of occurrence and, therefore, should receive special attention. This was consolidated when we concluded that SLS presented a better gross margin and a lower risk than the SBC, and the latter was the one that presented the highest risk. However, the risks that most influenced the gross margin variation were the market, not the production.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/163261
Arquivos Descrição Formato
001023848.pdf (9.007Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.