Repositório Digital

A- A A+

Correlação das medidas de imitância acústica com tom sonda de 226 e 1000Hz em neonatos

.

Correlação das medidas de imitância acústica com tom sonda de 226 e 1000Hz em neonatos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Correlação das medidas de imitância acústica com tom sonda de 226 e 1000Hz em neonatos
Autor Teixeira, Bruna Noronha
Orientador Sleifer, Pricila
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Faculdade de Odontologia. Curso de Fonoaudiologia.
Assunto Recém-nascido
Testes de impedância acústica
[en] Acoustic impedance tests
[en] Acoustic reflex
[en] Newborn
[en] Spontaneous otoacoustic emissions
Resumo Objetivo: Correlacionar as medidas de volume, pressão do pico e complacência obtidas nas curvas timpanométricas de neonatos com gênero, orelhas e tom sonda de 226 e 1000Hz e analisar as respostas obtidas na pesquisa do reflexos acústicos com os dois tons de sonda testados. Método: Estudo transversal, observacional e contemporâneo. Foram avaliados 73 neonatos, com integridade de células ciliadas externas verificadas pelas emissões otoacústicas evocadas transientes. As crianças realizaram a avaliação das medidas de imitância acústica, tendo como desfecho clínico a observação e correlação das respostas obtidas nas timpanometrias e na pesquisa dos reflexos acústicos com tom sonda de 226 e 1000Hz. Resultados: Observamos diferença estatisticamente significante entre as curvas de pico único e pico duplo (p<0,001), com maior ocorrência de pico único com tom sonda de 1000Hz. Houve diferença estatisticamente significante entre os gêneros na medida complacência em 226Hz (p=0,011) e entre as orelhas nas medidas complacência (p=0,002 e p=0,004) e pressão do pico (p<0,001 e p=0,045) em 226 e 1000Hz, respectivamente. Na pesquisa dos reflexos acústicos observamos presença dos reflexos ipsilaterais e contralaterais em todos os neonatos avaliados. Conclusões: Os resultados obtidos neste estudo mostraram diferença estatisticamente significante entre as variáveis analisadas com tom sonda de 226 e 1000Hz. Além disso, verificamos diferença estatisticamente significante nas médias dos reflexos acústicos ipsilaterais e contralaterais com tom sonda de 1000Hz em relação a variável gênero e entre os reflexos ipsilaterais e contralaterais nas frequências de 1000 e 2000Hz com tom sonda de 226 e 1000Hz.
Abstract Objective: to correlate the measures of volume, peak pressure and complacency in tympanometric curves of neonates with genre, ears and tone probe of 226 and 1000Hz and analyze the responses obtained in the survey of the acoustic reflections with the two tone probe tested. Method: transversal study, observational and contemporary. We evaluated 73 neonatal with integrity of outer hair cells observed by transient evoked otoacoustic emissions. The children performed the evaluation of measures of acoustic immittance clinical outcome, observation and correlation of the answers obtained in timpanometrias and research of acoustic reflexes with tone probe 226 and 1000Hz. Results: we observed statistically significant difference between the curves of single and double peak (p < 0.001), with a higher occurrence of single peak with tone probe of 1000Hz. There was statistically significant difference between the genres as complacency in 226Hz (p = 0.011) and between the ears in compliance measures (p = 0.004 and p = 0.002) and peak pressure (p < 0.001 and p = 0.045) in 226 and 1000Hz, respectively. In the research of the acoustic reflections, we observed presence of ipsilateral and contralateral reflexes in all the neonates evaluated. Conclusions: the results obtained in this study showed statistically significant difference between analyzed variables with tone probe of 226 and 1000Hz tone. In addition, we found statistically significant difference in the average of the ipsilateral and contralateral acoustic reflexes with tone probe of 1000Hz against the variable gender and ipsilateral and contralateral reflexes between the frequencies of 1000 and 2000Hz with tone probe of 226 and 1000Hz.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/163347
Arquivos Descrição Formato
001024287.pdf (309.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.