Repositório Digital

A- A A+

Revisão taxonômica e análise filogenética em Bathytropidae Vandel, 1952 (CRUSTACEA: ISOPODA: ONISCIDEA)

.

Revisão taxonômica e análise filogenética em Bathytropidae Vandel, 1952 (CRUSTACEA: ISOPODA: ONISCIDEA)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Revisão taxonômica e análise filogenética em Bathytropidae Vandel, 1952 (CRUSTACEA: ISOPODA: ONISCIDEA)
Autor Cardoso, Giovanna Monticelli
Orientador Araujo, Paula Beatriz de
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Bathytropidae Vandel, 1952
Biodiversidade
Mata atlântica
[en] Atlantic forest
[en] Diversity
[en] Terrestrial isopods
[en] Woodlice
Resumo A ordem Isopoda é um dos o grupo mais diverso dentre os crustáceos, sendo composta por dez subordens. Os representantes da subordem Oniscidea, conhecidos como “tatuzinhos de jardim”, obtiveram grande sucesso no domínio do ambiente terrestre. Para isso, foram necessárias várias adaptações morfológicas, fisiológicas e comportamentais, tais como comportamento gregário para diminuição da perda de água, presença de marsúpio fechado para reprodução e a presença de pulmões pleopodais. Apesar do grupo apresentar ampla uma distribuição geográfica, as espécies apresentam limitada capacidade de dispersão. Essa baixa dispersão resulta em isolamento de populações e alta diversidade genética. Dessa forma, o número de espécies dos isópodos é subestimado, sendo necessários mais esforços taxonômicos a fim de ampliar o conhecimento para o grupo. Frequentemente, revisões taxonômicas resultam em ampliação do número de espécies, reforçando a importância destes estudos para o grupo. Identificações usualmente se baseiam em pequenas variações morfológicas, o que muitas vezes dificulta a distinção entre espécies, sendo dados moleculares representam uma importante ferramenta para a delimitação das relações de parentesco entre espécies. O gênero Neotroponiscus ocorre na America do Sul e possui uma grande diversidade de espécies distribuídas ao longo da Mata Atlântica Brasileira. Oito espécies são conhecidas na literatura e foram revisadas para o levantamento de caracteres, necessários para os estudos filogenéticos. Além disso, neste trabalho, cinco novas espécies novas foram identificadas. Com base em dados morfológicos e moleculares a monofilia do gênero foi testada, e o grupo foi recuperado como monofilético. As relações de parentesco entre Neotroponiscus e os integrantes da família Bathytropidae foi testada e a família foi recuperada como um grupo parafilético, corroborando para hipóteses anteriores. Estudos futuros com uma abordagem biogeográfica serão importantes para elucidar os padrões de distribuição das espécies de Neotroponiscus.
Abstract The order Isopoda is one of the most diverse groups among crustaceans. Species from the suborder Oniscidea, commonly known as woodlice, were very successful in conquering the terrestrial environment. For that, many morphological, physiological and behavioral adaptations were necessary, such as, closed marsupium for reproduction, presence of pleopodal lungs, and gregarious behavior to diminish water losses. Although the group has large geographical distribution, species have limited dispersion capacity. This low dispersion results in population isolation and high genetic diversity. Therefore, the number of species of terrestrial isopods is greatly underestimated and more taxonomical studies are necessary in order to broaden the knowledge on the group. Taxonomical revisions on terrestrial isopods frequently result in higher number of species reinforcing the importance of these studies for the fore the mentioned group. Identification is usually based on subtle morphological differences, so molecular data is an important tool to elucidate the relationship within the group. The genus Neotroponiscus occurs in South America and has high species diversity throughout the Atlantic Forest. A total of eight species are known from the literature and were reviewed to identify characters that are necessary for phylogenetic studies. In this study, five new species were identified and described. Based on morphological and molecular data, the monophyly of the group was tested and the group was confirmed as monophyletic. The relationship between Neotroponiscus and the other species from the family Bathytropidae were also tested, showing that the family represents a paraphyletic group, which corroborates previous suggestions. Future studies with biogeographic approuch will be important to elucidate the distribution pattern of the genus Neotroponiscus.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/163675
Arquivos Descrição Formato
001023682.pdf (7.574Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.