Repositório Digital

A- A A+

Inclusão de pessoas com deficiência em cursos profissionalizantes : ressonâncias na formação continuada e nas práticas pedagógicas dos professores

.

Inclusão de pessoas com deficiência em cursos profissionalizantes : ressonâncias na formação continuada e nas práticas pedagógicas dos professores

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Inclusão de pessoas com deficiência em cursos profissionalizantes : ressonâncias na formação continuada e nas práticas pedagógicas dos professores
Autor Rodrigues, Graciela Fagundes
Orientador Passerino, Liliana Maria
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação continuada
Educação especial
Educação profissionalizante
Inclusão escolar
[en] Inclusive education
[en] Person with disability
[en] Professional education
[en] Professionalism
[en] Special education
Resumo Remeter-se para a inclusão de pessoas com deficiência, em cursos profissionalizantes, requer uma aproximação às ações docentes e como elas operacionalizam-se e repercutem na possibilidade dessas pessoas ingressarem no mercado de trabalho. Em vista disso, a Educação Profissional oferecida por diferentes instituições formadoras (governamentais, não governamentais, sistema “S”, etc.) vem sendo desafiada perante esse cenário de demandas, que impulsionam a pensar acerca de peculiaridades como, por exemplo, a formação dos professores dessa modalidade, o planejamento dos currículos e a ação docente empreendida nos cursos. Nessa perspectiva, constitui-se como objetivo geral da Tese analisar como a inclusão de alunos com deficiência em cursos profissionalizantes de nível básico repercute sobre a formação de professores dessa modalidade e sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas nesses cursos. A Tese organiza-se, metodologicamente, pela abordagem qualitativa e o método de pesquisa empreendido é o estudo de caso do tipo casos múltiplos, com recorte geográfico nos municípios de Panambi e Frederico Westphalen, situados no estado do Rio Grande do Sul. A pesquisa envolveu a participação de cinco (05) Coordenadores de instituições que estão vinculados na organização e promoção dos cursos de qualificação profissional de nível básico; quatro (04) docentes que ministram aulas nos cursos e dois (02) Auditores Fiscais do Trabalho do Rio Grande do Sul. Interlocutores que se somam na produção de conhecimento dos cenários investigados, mediante suas implicações em entrevistas semiestruturadas, questionários e trocas de emails. As contribuições teóricas associam-se à Teoria Histórico-Cultural, principalmente em Vygotsky, e os seus estudos de defectologia. Ademais, investe-se em temáticas como a formação de professores, a Educação Profissional articulada a processos inclusivos de pessoas com deficiência, com subsídios teóricos de estudiosos como: Pimenta, Tardif, Nóvoa, Kuenzer, Manica, Baptista, Passerino, entre outras colaborações. Na realidade estudada, os cursos profissionalizantes de nível básico foram predominantemente vinculados ao Programa de Aprendizagem Profissional (PAP). Esse formato de curso, no contexto geográfico da investigação, tem se caracterizado pela presença significativa de pessoas com deficiência e como uma alternativa de acesso à Educação Profissional e, em decorrência, na possibilidade da pessoa com deficiência ingressar no mercado de trabalho. Os dados sinalizam, a necessidade de conhecer o professor da Educação Profissional, principalmente os que estão à frente dos cursos pelo PAP, os quais associamos a uma identidade profissional heterogênea com uma dedicação parcial à docência incentivada, inclusive, por um novo cenário que se anuncia submetido à qualificação de possuir um “notório saber”. Verifica-se a existência de um ritmo diferenciado entre as políticas de formação docente, carente nessa conjuntura, e as ações que são requeridas para a área da inclusão laboral de pessoas com deficiência. Tal aspecto incita à reflexão, pois um dos protagonistas principais do trabalho de promover e viabilizar os processos inclusivos de profissionalização de pessoas com deficiência é esse profissional que aprende a ser docente na e com a ação. A investigação indica que as políticas e ações de inclusão laboral precisam também ser acompanhadas de contínuos investimentos na qualificação dos professores da Educação Profissional, pois essa área não está imune às transformações histórico-culturais do presente. Tal demanda coloca em destaque a necessidade do conhecimento e atuação da Educação Especial para além dos processos inclusivos no âmbito escolar como, também, no laboral pelo viés da Educação Profissional.
Abstract Referring to the inclusion of people with disabilities in professionalizing courses, an approximation to the teaching actions is required, and how they are operationalized and have repercussions on the possibility of these people entering the labor market. Therefore, the Professional Education provided by different training institutions (governmental, non-governmental, "S" system, etc.) has been challenged facing these demands’ scenario, which impels to think about peculiarities such as, for example, the preparation of teachers of this modality, curriculum planning and the teaching activity undertaken in the courses. In this perspective, it is a general objective of the Thesis to analyze how the inclusion of students with disabilities in professionalizing courses at basic level has repercussions on the training of teachers of this modality and on the pedagogical practices developed in these courses. The Thesis is organized, methodologically, by the qualitative approach and the research method undertaken is the case study of the multiple-case type, with geographic clipping in the municipalities of Panambi and Frederico Westphalen, located in the state of Rio Grande do Sul. The research involved the participation of five (05) Coordinators of institutions that are linked in the organization and promotion of basic level professional qualification courses; Four (04) teachers who teach classes in the courses and two (02) Labor Tax Auditors of Rio Grande do Sul. Interlocutors that aggregate in the production of knowledge of the investigated scenarios, through their implications in semi-structured interviews, questionnaires and email exchanges. The theoretical contributions are associated with the Historical-Cultural Theory, mainly in Vygotsky, and his studies of defectology. In addition, topics such as teacher training, Professional Education articulated to inclusive processes of people with disabilities, along theoretical subsidies of scholars like: Pimenta, Tardif, Nóvoa, Kuenzer, Manica, Baptista, Passerino, among other collaborations, are invested in. In the studied reality, the basic level professionalizing courses were predominantly associated to the Professional Learning Program. This course format, in the geographic context of the research, has been characterized by the significant presence of people with disabilities and as an alternative to access the Professional Education and, as a result, the possibility of the person with disabilities entering the labor market. The data show the need to get to know the Professional Education teacher, especially those who are at the forefront of the courses by the Professional Learning Program, which we associate with a heterogeneous professional identity with a partial dedication to teaching encouraged, also, by a new scenario that announces itself subjugated to the qualification to possess a "notorious knowledge". There is a differentiated rhythm between teacher training policies, lacking at this conjuncture, and the actions that are required for the area of people with disabilities’ labor inclusion. This aspect encourages reflection, because one of the main protagonists of the work to promote and make feasible the inclusive processes of professionalization of people with disabilities is this professional who learns to be a teacher in and with action. The research indicates that policies and actions for labor inclusion also need to be accompanied by continuous investments in the qualification of Professional Education teachers, as this area is not immune to the historical-cultural transformations of the present. This demand highlights the necessity for the knowledge and performance of the Special Education beyond the inclusive processes in the school context as well as in the labor market due to the Professional Education bias.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/163786
Arquivos Descrição Formato
001025528.pdf (3.211Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.