Repositório Digital

A- A A+

Pancreatite aguda grave em centro de terapia intensiva : análise de 10 anos

.

Pancreatite aguda grave em centro de terapia intensiva : análise de 10 anos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pancreatite aguda grave em centro de terapia intensiva : análise de 10 anos
Outro título Severe acute pancreatitis in a critical care unit: a 10-year evaluation
Autor De la Vega, Fabiane Lopes
Brauner, Janete Salles
Borges, Cássio
Marc, Chrystiane da Silva
Peukert, Carolina
Stapenhorst, Carolina Mancuso
Vieira, Silvia Regina Rios
Resumo OBJETIVO: Avaliar etiologia, complicações, tratamento, tempo de internação – hospitalar e em centro de terapia intensiva – e mortalidade de todos os pacientes internados por pancreatite aguda no centro de tratamento intensivo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no período de janeiro de 1990 a dezembro de 1999. MATERIAIS E MÉTODOS: Realizamos um estudo de coorte histórico, no qual foram avaliados 57 pacientes, 37% do sexo feminino e 63% do sexo masculino, com média de idade de 48 ± 17 anos. Os pacientes foram divididos em dois grupos – sobreviventes (n=26;45,6%) e não-sobreviventes (n=31;54,4%) –, e foram comparados quanto a tempo de internação, critérios de Ranson e de Glasgow modificados, APACHE II (acute physiology and chronic health evaluation), falências orgânicas, procedimentos cirúrgicos, nutrição parenteral e antibióticos recebidos RESULTADOS: As etiologias mais freqüentes foram alcoólica (37%) e biliar (31%). A mortalidade foi de 54,4%. Os sobreviventes apresentaram maior tempo de internação que os não-sobreviventes (47 ± 36 dias contra 21 ± 20 dias). Os não-sobreviventes apresentaram maiores taxas de falências orgânicas (respiratória, renal e cardiovascular) e maior número de critérios de Ranson e de Glasgow modificados, quando comparados aos sobreviventes. Os parâmetros restantes foram semelhantes entre os dois grupos. CONCLUSÕES: Para melhor avaliar os motivos da alta taxa de mortalidade identificada neste grupo, neste período, seria necessário um trabalho prospectivo com melhor controle dos fatores interferentes e que incluísse ainda a avaliação dos casos de pancreatite aguda com critérios de gravidade que não são admitidos no centro de tratamento intensivo.
Abstract OBJECTIVE: To evaluate etiology, complications, treatment, hospital and intensive care unit stay and mortality in all patients hospitalized in the intensive care unit of Hospital de Clínicas de Porto Alegre with acute pancreatitis, from January 1st, 1990 to December 31st, 1999. MATERIALS AND METHODS: We performed a historical cohort study with 57 patients, 37% female and 63% male, with an age average of 48±17 years. Patients were classified in two groups – survivors (n=26, 45.6%) and non-survivors (n=31, 54.4%) – and compared considering hospital and intensive care unit stay, Ranson’s and modified Glasgow’s signs, APACHE II (acute physiology and chronic health evaluation), organ failure, surgery, parenteral nutrition and antibiotics. RESULTS: The most common causes of severe acute pancreatitis were alcohol (37%) and gallstones (31%). Mortality was 54.4 %. Hospital stays were longer for survivors than for non-survivors. Non-survivors presented more organ failures (respiratory, renal and cardiovascular failures) and more Ranson’s and modified Glasgow’s signs than survivors. Other parameters were similar in both groups. CONCLUSIONS: In order to better evaluate the reasons for the high rate of mortality identified in the present group in the studied period it would be necessary to perform a prospective study with stronger control of the interfering factors, including an evaluation of the cases of severe acute pancreatitis that are not admitted in the intensive care unit.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 19, n. 3 (nov. 1999) p. 283-289
Assunto Doença aguda
Insuficiência de múltiplos órgãos
Pancreatite : Diagnostico
Pancreatite : Etiologia
Terapia intensiva
[en] Intensive care
[en] Multiple organ failure
[en] Prognostic signs
[en] Severe acute pancreatitis
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/163823
Arquivos Descrição Formato
000336279.pdf (34.22Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.