Repositório Digital

A- A A+

Complicações da gemelaridade em um hospital universitário

.

Complicações da gemelaridade em um hospital universitário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Complicações da gemelaridade em um hospital universitário
Outro título Complications of twin pregnancies in a teaching hospital
Autor Ramos, José Geraldo Lopes
Costa, Sergio Hofmeister de Almeida Martins
Souza, Carlos Augusto Bastos de
Cunha Filho, João Sabino Lahorgue da
Castilhos, Melissa
Castilhos, Fabíola
Resumo OBJETIVO: Comparar os fatores de risco materno, os tipos de gemelaridade e complicações da gestação gemelar. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizado um estudo retrospectivo com revisão dos prontuários das gestações gemelares que apresentaram parto no Hospital de Clínicas de Porto Alegre com idade gestacional entre 20 semanas e o termo. Foram revisados 323 casos, sendo analisadas as variáveis sobre características maternas, gestacionais, do parto e dos recém-nascidos. RESULTADOS: As pacientes apresentaram idade média de 27,5 anos e 106 eram primigestas (32,8%). O parto ocorreu com uma média de idade gestacional de 35,3 semanas. Entre as complicações mais encontradas, a prematuridade foi a mais importante, com 138 nascimentos pré-termo (42,7%) e 98 casos de trabalho de parto pré-termo (30,3%). As complicações foram mais freqüentes quando a idade materna era menor do que 35 anos de idade (P = 0,01) e quando a idade gestacional era menor do que 32 semanas (P = 0,002). As apresentações fetais foram distribuídas em 176 cefálica/cefálica, 101 cefálica/pélvica, 23 pélvica/pélvica, entre outras. CONCLUSÕES: A prematuridade foi a maior complicação de gestações gemelares no nosso estudo. Fatores de risco para as complicações foram idade menor do que 35 anos e IG inferior a 32 semanas.
Abstract OBJECTIVE: To compare maternal risk factors, types of twins, and complications of twin pregnancies. MATERIALS AND METHODS: We carried out a retrospective study of twin pregnancies born at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre and with gestational age from 20 weeks to term. We assessed data regarding 323 twin pregnancies concerning maternal, gestational, labor, and neonatal characteristics. RESULTS: Our patients presented an age average of 27.5 years and 106 were nulliparas (32.8%). Babies were born after an average 35.3 weeks of pregnancy term. Prematurity was the most important complication, with 138 cases of preterm births (42.7 %) and 98 cases of preterm labor (30.3%). Complications occurred most frequently when the maternal age was less than 35 years old (P = 0.01) and the gestational age was less than 32 weeks (P = 0.002). Presentation of the fetuses were distributed in 176 cases of cephalic/cephalic, 101 cases of cephalic/pelvic, 23 cases of pelvic/pelvic, among others. CONCLUSIONS: Prematurity was the most frequent complication found in twin pregnancies. Maternal age of less than 35 years and gestational age of less than 32 weeks were factors for twin pregnancies at risk for complications.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 20, n. 2 (ago. 2000), p. 114-118
Assunto Fatores de risco
Gravidez múltipla : Complicações
Hospitais universitários
Prematuridade
[en] Pregnancy complications;
[en] Prematurity
[en] Twin pregnancy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/163851
Arquivos Descrição Formato
000061234.pdf (27.70Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.