Repositório Digital

A- A A+

Carcinoma in situ : revisão

.

Carcinoma in situ : revisão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Carcinoma in situ : revisão
Outro título Carcinoma in situ : a review
Autor Biazús, Jorge Villanova
Schuh, Fernando
Resumo O carcinoma ductal in situ (CDIS) compreende um grupo de lesões biologicamente e morfologicamente heterogêneo. A sua incidência vem crescendo principalmente devido aos programas de rastreamento por mamografia, o que contribuiu para o aumento do seu diagnóstico entre pacientes assintomáticas. O achado mais freqüente é de microcalcificações. Quando adequadamente tratados, o prognóstico é excelente. O tratamento do CDIS, entretanto, permanece controverso. O objetivo do tratamento é o controle local e a prevenção da progressão para carcinoma invasor. A mastectomia provavelmente representa um tratamento agressivo especialmente para lesões pequenas e detectadas unicamente por mamografia. Há evidências que a cirurgia conservadora da mama é efetiva para o tratamento de pacientes com CDIS. A radioterapia complementar à tumorectomia diminui significantemente o risco de recorrência local. Há a necessidade de esclarecimento quanto à incidência da recidiva local e suas implicações sempre que a paciente e seu médico decidirem por tratamento conservador. Somado a isso, é essencial salientar o excelente prognóstico independente da abordagem cirúrgica realizada.
Abstract Ductal carcinoma in situ (DCIS) is a biologically and morphologically heterogeneous disease. The incidence of DCIS is increasing mainly due to programs of screening mammography, which result in increased diagnosis of the disease in asymptomatic patients. The most common finding is of calcifications on mammography. When treated appropriately, the prognosis of DCIS is excellent. Optimal treatment for DCIS, however, remains controversial. The objective of the treatment of patients with DCIS is to control the local disease and prevent subsequent development of invasive cancer. Mastectomy probably represents an aggressive approach in a substantial number of patients, especially those with small, mammographically detected lesions. There is evidence that breast conservation therapy is an effective alternative in the handling of patients with DCIS. The use of radiotherapy after lumpectomy significantly decreases the risk for local recurrence. If the patient and her surgeon are in agreement about using breast conservation therapy, it is necessary to understand incidence and implications of local recurrence. Moreover, it is also important to underscore the excellent prognosis independently of the surgical approach used.
Contido em Revista HCPA. Vol. 21, n. 2 (ago. 2001), p. 219-224
Assunto Carcinoma in situ : Terapia
Prognóstico
[en] Ductal carcinoma in situ
[en] Prognostic factors
[en] Treatment
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/163861
Arquivos Descrição Formato
000330007.pdf (33.87Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.