Repositório Digital

A- A A+

Atividade dos desinfetantes cloreto de benzalcônio e iodóforo sobre cepas de Escherichia coli patogênica aviária isoladas em frangos de corte

.

Atividade dos desinfetantes cloreto de benzalcônio e iodóforo sobre cepas de Escherichia coli patogênica aviária isoladas em frangos de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atividade dos desinfetantes cloreto de benzalcônio e iodóforo sobre cepas de Escherichia coli patogênica aviária isoladas em frangos de corte
Outro título Activity of the disinfectants benzalkonium chloride and iodophor on “Escherichia coli” avianpathogenic strains isolated in broilers
Autor Carvalho, Daiane
Moraes, Lucas Brunelli de
Rocha, Silvio Luis da Silveira
Moraes, Hamilton Luiz de Souza
Salle, Carlos Tadeu Pippi
Avancini, Cesar Augusto Marchionatti
Resumo Os objetivos deste estudo foram avaliar a eficácia dos desinfetantes cloreto de benzalcônio (QAC) e iodóforo (I) sobre 10 cepas APEC (Escherichia coli patogênica aviária), bem como verificar se a característica alta patogenicidade está associada a uma maior resistência a estes compostos. O método utilizado foi o de diluição através do teste qualitativo de suspensão. As variáveis estudadas foram: concentrações do QAC (300, 150, 75 e 50 ppm) e do I (100, 75, 50 e 25 ppm), tempos de contato (5, 10 e 20 minutos) e temperatura ±20°C. O QAC inativou todos os isolados nas concentrações de 300 e 150 ppm, em todos os tempos de contato, porém a 75 e 50 ppm no tempo de 5 minutos o desinfetante não foi eficaz para uma e quatro amostras, respectivamente. O I a 100 e 75 ppm inativou os isolados em todos os tempos avaliados, mas a 50 ppm um foi resistente e a 25 ppm oito foram resistentes em todos os tempos de exposição. A característica alta patogenicidade não pareceu promover resistência, quando comparado com a cepa padrão. Concluiu-se, nas condições do experimento, que os dois desinfetantes podem ser usados em procedimentos de higiene frente às cepas APEC, apenas levando-se em consideração a concentração de uso e o tempo de contato.
Abstract The objectives of this study were to evaluate the effectiveness of the disinfectant benzalkonium chloride (QAC) and iodophor (I) on 10 strains APEC (Escherichia coli pathogenic avian) and verify that the high feature pathogenicity provides protection factor against these compounds. The method used was the dilution by the qualitative suspension test. The variables studied were: the concentrations of QAC (300, 150, 75 and 50 ppm) and I (100, 75, 50 and 25 ppm), contact times (5, 10 and 20 minutes) and room temperature (20°C). The QAC inactivated all strains at concentrations of 300 and 150 ppm at all contact times, but at 75 and 50 ppm in time of 5 minutes was not effective disinfectant for one and four APEC strains, respectively. The I 100 and 75 ppm inactivated isolates in all time periods, but 50 ppm one was tough and 25ppm eight were resistant in all exposure times. The highly pathogenic feature does not appear to promote resistance when compared with the standard strain. It was concluded, under the experimental conditions, the two disinfectants can be used in front of the hygiene procedures APEC strains, only taking into account the use concentration and contact time.
Contido em Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal [recurso eletrônico]. Salvador. Vol. 18, n.1 (jan./mar. 2017), p. 10-15
Assunto Cloreto de benzalconio
Desinfeccao : Avicultura
Desinfeccao : Escherichia coli
Escherichia coli patogênia aviária - APEC
Iodofores
[en] APEC
[en] Disinfectant
[en] Poultry
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/163918
Arquivos Descrição Formato
001019728.pdf (150.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.