Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de síndrome coronariana aguda em serviço de emergência

.

Avaliação de síndrome coronariana aguda em serviço de emergência

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de síndrome coronariana aguda em serviço de emergência
Outro título Evaluation of acute coronary syndrome in emergency departments
Autor Polanczyk, Carisi Anne
Resumo Dor torácica é um motivo freqüente de procura aos serviços de emergências, sendo responsável por 5-7% do atendimento nestes setores. Muito interesse tem sido focado na identificação de síndrome coronariana aguda nestes pacientes, entre eles infarto agudo do miocárdio e angina instável. Além da história clínica, do exame físico e do eletrocardiograma, os marcadores séricos de lesão miocárdica têm um papel importante em estabelecer o diagnóstico etiológico da dor e também auxiliar no encaminhamento para unidades com monitorização intensiva. As troponinas e as mioglobinas têm sido estudadas como novos marcadores séricos de lesão miocárdica. As troponinas são marcadores novos, que trouxeram um novo paradigma à avaliação de risco em síndrome coronariana aguda. Os dados levantados apontam que as mesmas apresentam uma acurácia muito boa para detecção de infarto e, de forma mais importante, identificam pacientes com pior prognóstico a curto e médio prazo. Apesar das informações sólidas na área, não existe consenso da melhor estratégia a ser seguida para utilização destes marcadores Troponinas têm sido preconizadas para todos os casos com suspeita de síndrome coronariana aguda, sendo que esta alternativa permite identificar um maior número de casos de infarto agudo do miocárdio, de acordo com classificação contemporânea. Se, por um lado, o custo do exame é um ônus para o sistema, do ponto de vista do hospital, a remuneração pelo novo diagnóstico compensa, além de sugerir maior eficiência no manejo dos casos de alto risco. Por outro lado, pacientes de baixo risco, sem alterações isquêmicas no eletrocardiograma e com marcadores séricos normais, podem se beneficiar de teste ergométrico precocemente. Se negativo, o mesmo tem um elevado valor preditivo negativo para eventos cardíacos até 6 meses da visita à emergência. A longo prazo, todos estes casos buscam atendimento médico com freqüência e precisam ser revistos em nível ambulatorial para assegurar um atendimento adequado.
Abstract Chest pain is a common symptom in emergency department patients. It is responsible for 5-7% of emergency visits. Intense efforts have been given to identify patients with acute coronary syndromes, such as acute myocardial infarction or unstable angina. Besides clinical history, physical examination and ECG data, serum markers of myocardial injury play an important role in establishing diagnosis and helping triage patients to intensive care units. Troponins and myoglobins have been studied as new serum markers of myocardial injury. Troponins are new markers that brought a new paradigm in the identification of patients with acute myocardial infarction. Data presented show that troponins have a very good accuracy to identify myocardial infarction, and patients with short- and medium-term worse prognosis. In spite of the available information, there is no consensus on which strategy should be implemented to guide serum markers utilization. Troponins have been suggested for all patients with suspicion of acute coronary syndrome. This alternative allows the identification of a higher number of cases of acute myocardial infarction, according to the contemporary classification. On the one hand, troponin has a more favorable cost-effectiveness ratio when used in high risk patients. On the other hand, low risk patients, without ECG changes and with normal serum markers, could benefit from early exercise test. If negative, exercise test has a high negative predictive value for cardiac events within 6 months from emergency presentation. Long-term studies have shown increased return to emergency department, such that these patients need close follow-up in outpatient clinics.
Contido em Revista HCPA. Vol. 25, n. 3 (dez. 2005), p. 17-24
Assunto Análise de custo-benefício
Angina instável
Doença das coronárias
Dor no peito
Infarto do miocárdio
Teste de esforço
Troponina
[en] Chest pain
[en] Cost-effectiveness
[en] Exercise test
[en] Myocardial infarction
[en] Myoglobin
[en] Troponins
[en] Unstable angina
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164225
Arquivos Descrição Formato
000517943.pdf (179.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.