Repositório Digital

A- A A+

Estudo retrospectivo para definição da prevalência de alterações auditivas sensorioneurais e rinossinusopatias nos pacientes com fibrose cística do HCPA

.

Estudo retrospectivo para definição da prevalência de alterações auditivas sensorioneurais e rinossinusopatias nos pacientes com fibrose cística do HCPA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo retrospectivo para definição da prevalência de alterações auditivas sensorioneurais e rinossinusopatias nos pacientes com fibrose cística do HCPA
Autor Piltcher, Otavio Bejzman
Oliveira, Marcelo Wierzynski de
Teixeira, Vanessa Niemiec
Facchini, Luciana Cigana
Scattolin, Isabella
Piltcher, Simao Levin
Resumo Fundamentação: A fibrose cística (FC) é uma das doenças genéticas letais mais comuns. Nos últimos anos, a sobrevida dos pacientes portadores dessa doença tem aumentado em decorrência principalmente do uso de antibióticos profiláticos e terapêuticos. Estes apresentam potencial ototóxico, sendo responsáveis por perdas auditivas sensorioneurais (SSN). Além disso, os pacientes com FC apresentam rinossinusopatias, sintomáticas e assintomáticas, que também necessitam de acompanhamento adequado. Objetivos: Definir a prevalência de alterações auditivas sensorioneurais (SSN) e rinossinusopatias nos pacientes com FC do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA); descrever os possíveis fatores relacionados com tais incidências; e, a partir dessas informações, projetar o funcionamento do ambulatório de otorrinolaringologia (ORL) e FC do HCPA. Material e Métodos: Estudo retrospectivo, em que foram revisados os prontuários de pacientes com FC do Ambulatório de Pneumologia Infantil e de Adultos do HCPA. Foi criado um protocolo a ser preenchido em que se buscava a descrição do perfil da amostra em relação à idade do diagnóstico da doença, idade atual, tipos de antibióticos já utilizados, média do número de tratamentos, percentual que possui avaliação auditiva com resultados, e, por último, investigação radiológica e resultados Resultados: Foram revisados 107 prontuários de pacientes com FC. A idade média da amostra foi de 7,87 anos e 1,33 anos a idade média de diagnóstico de FC. Os exames audiométricos foram realizados por 39,3% (42) das crianças, encontrando-se 28,56% (12) casos de SSN de graus variados. Um percentual mais elevado apresentava ausência de reflexo estapédico (36,3%). Somente 24,3% (26) realizaram RX dos seios da face nos quais 96.9% estavam alterados. Um total de 667 tratamentos com aminoglicosídeos, sendo 49.5% com tobramicina, 43.4% com amicacina e 7% com gentamicina. Conclusão: Diante desses resultados mostra-se necessário um ambulatório específico de otorrinolaringologia e de FC para acompanhamento desses pacientes. O Ambulatório terá como objetivo auxiliar na prevenção e tratamento das perdas auditivas decorrentes dos tratamentos com aminoglicosídeos, assim como tratar, quando necessário, das vias aéreas superiores em relação à obstrução e inflamação associadas a presença de pólipos rinossinusais. Este ambulatório já está em funcionamento.
Abstract Cystic fibrosis (CF) is considered one of the most prevalent lethal genetic disorders. The life expectancy of those patients has been rising. Besides the well-known prevalence of chronic rhinosinusitis, neurosensorial hearing loss (NSHL) due to the large use of ototoxic antibiotics may be another problem that should receive special attention in otolaryngology (ENT). OBJECTIVES: Define retrospectively the prevalence of NSHL and rhinosinusitis among patients with CF from the Hospital de Clinicas de Porto Alegre (HCPA) and based on this data discuss the need for a specific out patient ENT-CF clinic. MATERIAL AND METHOD: Files from CF HCPA patients were reviewed for age at diagnosis, the current age, types of antibiotics used, number of treatments, percentage with audiologic and sinus evaluation and its respective results. RESULTS: One hundred and seven files were reviewed. The mean age at diagnosis was 1.33 years old (SD 1.97, range 0-12). The mean age of the sample was 7.87 (SD 4.49, range 1-22). Audiologic evaluation was performed in 39.3% (42) of the patients. 28.56% (12) had some degree of NSHL, while 36.3% did not present acoustic reflex. From 667 treatments with antibiotics, 49.5% were with tobramycin, 43.4% with amycacin and 7% with gentamicin. Only 24,3% (26) of the patients have a X- ray of paranasal sinus, which of them 96,9% were not normal. CONCLUSIONS: The prevalence of NSHL among CF patients supports the need for a specific ENT-CF outpatient clinic. This clinic would help on the prevention and treatment of NSHL due to the use of ototoxic antibiotics and on the better understanding/control of rhinosinusal disorders.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 23, n. 3 (set. 2003), p. 20-23
Assunto Estudos retrospectivos
Fibrose cística : Complicações
Otorrinolaringopatias
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164236
Arquivos Descrição Formato
000465802.pdf (443.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.