Repositório Digital

A- A A+

Hepatite C em casais inférteis do setor de reprodução humana do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

.

Hepatite C em casais inférteis do setor de reprodução humana do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Hepatite C em casais inférteis do setor de reprodução humana do Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Outro título Hepatitis C virus in a population of infertile couples
Autor Silveira, Themis Reverbel da
Passos, Eduardo Pandolfi
Cheinquer, Hugo
Salazar, Cristiano Caetano
Facin, Andrea Cintra
Souza, Carlos Augusto Bastos de
Guerin, Yherar Lavic Serrano
Giugliani, Camila
Cunha Filho, João Sabino Lahorgue da
Freitas, Fernando Monteiro de
Resumo Objetivo: A possibilidade transmissão do vírus da hepatite C através dos gametas pode acarretar riscos para o pessoal técnico, bem como para os envolvidos no processo e para o próprio feto. Este estudo teve como objetivo determinar a prevalência e os fatores de risco da infecção pelo vírus da hepatite C em um grupo de casais inférteis. Métodos: Em 409 pacientes atendidas no ambulatório de infertilidade do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), entre 1997 e 1998, realizou-se triagem sorológica para anti- HCV (ELISA) e HBsAg (ELFA). A infecção pelo vírus da hepatite C (HCV) e a viremia seminal também foram investigadas com detecção de HCV-RNA. Resultados: A prevalência geral de anti-HCV foi de 3,2% (8/248) entre as mulheres e 3,7% (6/161) entre os homens. Todos os indivíduos eram negativos para o vírus da hepatite B (HBV) e HIV. Das 14 pacientes HCV-positivas, duas foram perdidas, e foi coletado soro das 12 pacientes remanescentes para detecção de HCV-RNA, resultando em cinco casos HCVpositivos (uma mulher e quatro homens). Apenas um dos casos positivos tinha nível de viremia > 500.000 cópias de RNA/ml. Houve uma associação de risco significativa da positividade para HCV nas mulheres com parceiros HCV-positivos (P < 0,001). Em pacientes masculinos, a correlação entre uso de drogas endovenosas e positividade para HCV também foi significativa (P < 0,001). Conclusões: Pacientes inférteis deveriam ser triados para HCV antes dos procedimentos de tecnologia de reprodução assistida (TRA), uma vez que o risco de infecção vertical e laboratorial pelo HCV não está bem determinado e a prevalência do HCV não é desprezível neste grupo.
Abstract Objective: Hepatitis C virus transmission in assisted reproduction may pose a risk for the baby, technicians, and gametes or embryos from non-contaminated parents. This study aimed at determining the prevalence and risk factors for hepatitis C virus infection in a group of infertile couples. Methods: Four hundred and nine patients attending the infertility clinic at Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brazil, between 1997 and 1998, were screened for anti-HCV (ELISA) and HBsAg (ELFA). Hepatitis C virus (HCV) infection and semen viremia was also investigated using HCV RNA detection. Results: All subjects were negative for HBV and HIV. The overall prevalence of anti-HCV was 3.2% (8/ 248) among women and 3.7% (6/161) among men. From the 14 HCV-positive patients, two were lost, and serum was collected from the remaining 12 patients for assessment of HCV RNA, resulting in five HCVpositive cases (one woman and four men). Only one of these positive cases had viremia levels > 500,000 RNA copies/ml. There was a significant risk association for being HCV-positive in women with HCV-positive male partners (P < 0.001). In male patients, the correlation between use of intravenous drugs and HCVpositivity was also significant (P < 0.001). Conclusions: Infertile patients should be screened before assisted reproductive technology (ART) procedures, since the risk for vertical and laboratory HCV infection is not well determined, and HCV prevalence is not negligible in this group.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 22, n. 2 (ago. 2002), p. 19-25
Assunto Fertilização in vitro
Hepatite C
Infertilidade
[en] Hepatopathy
[en] Infertility
[en] In vitro fertilization
[en] Non-A non-B hepatitis
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164238
Arquivos Descrição Formato
000376637.pdf (453.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.