Repositório Digital

A- A A+

Diabete melito : diagnóstico, classificação e avaliação do controle glicêmico

.

Diabete melito : diagnóstico, classificação e avaliação do controle glicêmico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diabete melito : diagnóstico, classificação e avaliação do controle glicêmico
Autor Gross, Jorge Luiz
Silveiro, Sandra Pinho
Camargo, Joiza Lins
Reichelt, Angela de Azevedo Jacob
Azevedo, Mirela Jobim de
Resumo Diabete e alterações da tolerância à glicose são freqüentes na população adulta e estão associados a um aumento da mortalidade por doença cardiovascular e complicações microvasculares. O diagnóstico destas situações deve ser feito precocemente, utilizando métodos sensíveis e acurados, já que mudanças no estilo de vida e a correção da hiperglicemia podem retardar o aparecimento do diabete ou de suas complicações. O teste oral de tolerância à glicose é o método de referência, considerando-se a presença de diabete ou tolerância à glicose diminuída quando a glicose plasmática de 2 h após a ingestão de 75 g de glicose for ≥ 200 mg/dl ou ≥ 140 e < 200 mg/dl, respectivamente. Quando este teste não puder ser realizado, utiliza-se a medida da glicose plasmática em jejum, considerando-se como diabete ou glicose alterada em jejum quando os valores forem ≥ 126 mg/dl ou ≥ 110 e < 126 mg/dl, respectivamente. A medida da glico-hemoglobina não deve ser utilizada para o diagnóstico, mas é o método de referência para avaliar o grau de controle glicêmico a longo prazo. A classificação etiológica proposta atualmente para o diabete melito inclui 4 categorias: diabete melito tipo 1, diabete melito tipo 2, outros tipos específicos de diabete e diabete gestacional. A classificação do paciente é usualmente feita em bases clínicas, mas a medida de autoanticorpos e do peptídeo C pode ser útil em alguns casos.
Abstract Diabetes mellitus and other categories of impaired glucose tolerance are frequent in the adult population and are associated with an increased risk for cardiovascular disease and microvascular complications. The diagnosis of these entities should be performed early and using sensitive and accurate methods, since lifestyle changes and correction of hyperglycemia may delay the incidence of diabetes and its complications. Glucose tolerance test is the reference method and the diagnosis of diabetes and impaired glucose tolerance are established when the 2 h plasma glucose after the oral intake of 75 g of glucose is ≥ 200 mg/dl or ≥ 140 and < 200 mg/dl, respectively. When it is not possible to perform this test, fasting plasma glucose levels ≥ 126 mg/dl or ≥ 110 and < 126 mg/dl, respectively, are used to establish the diagnosis of diabetes and impaired fasting plasma glucose. Glycohemoglobin should not be used for the diagnosis but it is the reference method for evaluation of the long term glucose control. The etiological classification of diabetes mellitus includes 4 categories: type 1 diabetes, type 2 diabetes, other specific types of diabetes and gestational diabetes. The assignment of the patient in each category usually is made on clinical grounds, however in some case could be necessary the measurement of C-peptide and auto antibodies.
Contido em Revista HCPA. Vol. 23, n. 1-2 (mar./jun. 2003), p. 43-53
Assunto Diabetes mellitus tipo 1
Diabetes mellitus tipo 2
Diagnóstico
Teste de tolerância à glucose
[en] Diabetes mellitus
[en] Diagnostic criteria,
[en] Fasting plasma glucose,
[en] Glycohemoglobin
[en] Oral glucose tolerance test,
[en] Type 1 diabetes,
[en] Type 2 diabetes,
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164262
Arquivos Descrição Formato
000429918.pdf (656.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.