Repositório Digital

A- A A+

Proteinúria : avaliação clínica e laboratorial

.

Proteinúria : avaliação clínica e laboratorial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Proteinúria : avaliação clínica e laboratorial
Outro título Proteinuria : clinical and laboratory evaluation
Autor Morales, José Vanildo
Barros, Elvino José Guardão
Guimarães, Jordana de Fraga
Resumo Neste artigo, apresentamos uma revisão geral dos aspectos clínicos e laboratoriais do paciente com proteinúria. A proteinúria reflete um aumento na permeabilidade do capilar glomerular. São descritos três tipos básicos de proteinúria: glomerular, tubular ou por aumento da produção. A proteinúria assintomática também pode ser dividida em três categorias: transitória, ortostática e persistente. A avaliação desses pacientes com proteinúria deve começar com o exame comum de urina, repetido pelo menos duas vezes. O sedimento urinário também deve ser feito, procurando-se sinais de comprometimento glomerular, como: hematúria dismórfica, cilindros hemáticos ou lipidúria. Uma cuidadosa história médica é importante, buscando-se a presença de hipertensão, diabetes melito, insuficiência cardíaca congestiva ou história prévia de doença renal. A proteinúria persistente pode ser avaliada através da medida na urina de 24 horas ou medindo-se a proteinúria e a creatinina em amostra isolada de urina. A amostra de urina aleatória é um método simples, rápido e com boa correlação com a urina de 24 horas. A quantidade de proteinúria excretada é importante, do ponto de vista prognóstico, nos pacientes com doença glomerular primária, tais como: glomerulonefrite membranosa, glomerulonefrite por IgA, glomeruloesclerose segmentar e focal. Nesses pacientes, quanto maior for a proteinúria, maior será o risco de lesão renal.
Abstract In this paper, we present a general review of clinical and laboratory approaches to patients with proteinuria. Proteinuria reflects an increase in glomerular capillary permeability. There are three basic types of proteinuria: glomerular, tubular, and overflow. Asymptomatic proteinuria can also be divided into three categories: transient or intermittent, orthostatic, and persistent. The evaluation of patients with proteinuria should begin by testing the urine on at least two different occasions. The urine sediment should also be examined, searching for other signs of glomerular disease, such as dysmorphic hematuria, red cell casts or lipiduria. A careful medical history is also indicated, searching for hypertension, diabetes mellitus, congestive heart failure or previous history of renal disease. Persistent proteinuria can be evaluated by a 24-hour urine collection or a random urine protein-to-creatinine ratio. The random urine sample can be simply and quickly obtained and presents good correlation with the 24-hour urine evaluation. The degree of proteinuria is prognostically important in patients with primary glomerular disease, such as membranous glomerulonephritis, IgA glomerulonephritis or focal and segmental glomerulosclerosis. The higher the proteinuria, the higher the risk of renal injury for these patients
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 26, n. 3 (2006), p. 95-101
Assunto Glomerulonefrite
Proteinúria
Síndrome nefrótica
[en] Glomerulopathies
[en] Proteinuria
[en] Tubulointerstitial nephritis
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164301
Arquivos Descrição Formato
000645067.pdf (772.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.