Digital Repository

A- A A+

O cuidado às mulheres no aborto provocado : um olhar da enfermagem

DSpace/Manakin Repository

O cuidado às mulheres no aborto provocado : um olhar da enfermagem

Show full item record

Statistics

Title O cuidado às mulheres no aborto provocado : um olhar da enfermagem
Author Ribeiro, Margeli Luziano
Advisor Lopes, Marta Júlia Marques
Date 2008
Level Graduation
Institution Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Subject Aborto induzido : Enfermagem
[en] Abortion
[en] Assistance
[en] Nursing
[en] Work organization
[en] Work process
Abstract in Portuguese Este estudo trata da assistência à mulheres que provocaram aborto, sob o olhar das trabalhadoras de enfermagem de um hospital público de Porto Alegre, RS. Trata-se de um hospital dedicado à mulher, com atendimento exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e referência para atendimento obstétrico, ginecológico e oncológico para o município de Porto Alegre, região metropolitana e interior do Estado. O estudo tem por objetivo conhecer e analisar a abordagem terapêutica e os processos de trabalho relatados pela equipe de enfermagem, no atendimento à mulheres submetidas a procedimentos pós-aborto, na perspectiva da diretriz do acolhimento e do programa HumanizaSUS. A pesquisa teve abordagem qualitativa e partiu de entrevistas do tipo semi-estruturada com trabalhadoras de enfermagem que atuam na emergência e no centro obstétrico do referido hospital. Para análise dos dados foi utilizada a técnica de análise de conteúdo com abordagem temática. Foram categorizados aspectos relevantes para a abordagem terapêutica, agrupados nas temáticas que se seguem: concepções estruturantes da assistência; processo de trabalho: a ação nos serviços; organização do trabalho: as relações intra e inter-equipes; humanização e acolhimento. Foram discutidas: as práticas de cuidado em situação de abortamento; os novos referenciais relacionais aplicados no cotidiano do cuidado, bem como as dificuldades encontradas nesse tipo de atendimento. O estudo mostrou que as dificuldades relacionais resultantes do processo de trabalho fragmentado e as defesas utilizadas pelas trabalhadoras em relação à realidade que enfrentam influenciam na assistência à mulher no abortamento provocado. A falta de qualificação para o trabalho na assistência no abortamento e da compreensão da problemática do aborto no Brasil, igualmente contribui para o surgimento de julgamentos de valor e preconceitos que influenciam nesse tipo de atendimento. Os atributos e significados de humanização e acolhimento, embora base sustentadora para um novo modelo de atenção, ainda não estão plenamente presentes nesse tipo de assistência.
Abstract This study deals with assistance to women that provoked abortion, under the gaze of nursing workers of a public hospital in Porto Alegre, RS. This is a hospital dedicated to women, with attendance exclusively by the Unified Health System (SUS), and reference to obstetric, gynecological and cancer care for the city of Porto Alegre, metropolitan region and the State. The study aims to understand and analyze the therapeutic approach and the processes of work reported by the nursing staff in the care of women undergoing post-abortion procedures, in the perspective of the hosting guideline and the program HumanizaSUS. The research had qualitative approach and left from semi-structured type interviews with nursing workers who work in the emergency and in the obstetric ward of the referred hospital. For analysis of the data was used the technique of content analysis with thematic approach. Relevant aspects to the therapeutic approach were categorized, grouped in the themes that follow: structuring concepts of the assistance; work process: the action in services, work organization: the relationships within and between teams; humanization and host. Were discussed: the practice of care in situations of abortion, the new relational references applied in the daily care, as well as the difficulties encountered in this type of attendance. The study showed that the relational difficulties resulting from the process of fragmented work and the defenses used by workers in relation to the reality they face influence in the assistance to women in the provoked abortion. The lack of qualification for the work in the assistance in abortion and of the understanding of the issue of abortion in Brazil, also contributes to the emergence of judgments of value and prejudices that influence in this type of care. The attributes and meanings of humanization and host, although supporting basis for a new model of care, are not yet fully present in that type of assistance.
Type Work completion of graduation
URI http://hdl.handle.net/10183/16441
Files Description Format View
000669911.pdf (2.291Mb) Texto completo Adobe PDF View/Open

This item is licensed under a Creative Commons License

This item appears in the following Collection(s)


Show full item record

Browse



  • The author is the owner of the copyrights of the documents available in this repository and is prohibited under the law, the marketing of any kind without prior authorization.
    Graphic design by Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.