Repositório Digital

A- A A+

Patologia ossicular na otite média crônica : implicações clínicas

.

Patologia ossicular na otite média crônica : implicações clínicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Patologia ossicular na otite média crônica : implicações clínicas
Outro título Ossicular pathology in chronic otitis media : clinical implications
Autor Costa, Sady Selaimen da
Miura, Maurício Schreiner
Smith, Mariana Magnus
Ruschel, Cristiano
Resumo OBJETIVO: Comparar a presença de alterações ossiculares na otite média crônica em pacientes com membrana timpânica íntegra e com tímpano perfurado. MATERIAIS E MÉTODOS: Este estudo foi baseado em uma análise histológica através de microscopia ótica. De um grupo de 1.382 ossos temporais humanos, 144 foram escolhidos por apresentarem alterações teciduais compatíveis com otite média crônica. Estes ossos foram retirados de 96 indivíduos, 55 do sexo masculino e 41 do sexo feminino, com idades que variavam de 10 meses a 88 anos. Apenas 28 apresentavam a membrana timpânica perfurada, enquanto 116 ossos temporais humanos a tinham íntegra. RESULTADOS: A análise dos ossos temporais humanos apontou como os achados mais comuns o tecido de granulação, as alterações ossiculares, a timpanosclerose, a perfuração timpânica, o granuloma de colesterol e o colesteatoma. O perfil das alterações encontradas neste estudo mostram a bigorna como o ossículo mais atingido, seguido pelo estribo e pelo martelo. CONCLUSÕES: A análise comparativa dos ossos temporais com e sem perfurações da membrana timpânica indicaram que os grupos eram similares em relação à patologia ossicular.
Abstract OBJECTIVE: To compare the presence of ossicular pathologies in chronic otitis media in patients with perforated and those with and without tympanic membranes. MATERIALS AND METHODS: This study was based on histological analysis through optic microscopy. Out of 1.382 human temporal bones, we selected 144 that presented with tissue alterations compatible with chronic otitis media. These bones were collected from 96 individuals, 55 male and 41 female, aged from 10 to 88 years. Only 28 had perforated tympanic membranes. RESULTS: The analysis of the temporal bones indicated as the most common findings granulation tissue, ossicular alterations, tympanosclerosis, tympanic perforation, and cholesterol granuloma and cholesteatoma. The alterations found in this study revealed that the anvil is the most commonly affected ossicle, followed by the stapes and the malleus. CONCLUSIONS: The comparative analysis of perforated and non-perforated human temporal bones indicated that the two groups were similar regarding ossicular pathology.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. vol. 19, n. 2 (ago. 1999), p. 167-176
Assunto Otite média crônica
[en] Chronic otitis media
[en] Exploratory tympanotomy
[en] Ossicular pathology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164421
Arquivos Descrição Formato
000997025.pdf (144.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.