Repositório Digital

A- A A+

Implantação do protocolo assistencial de prevenção e tratamento de úlcera de pressão no Hospital de Clínicas de Porto Alegre

.

Implantação do protocolo assistencial de prevenção e tratamento de úlcera de pressão no Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Implantação do protocolo assistencial de prevenção e tratamento de úlcera de pressão no Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Outro título Implementation of a care protocol for prevention and treatment of pressure ulcers at Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brazil
Autor Menegon, Dóris Baratz
Bercini, Rossana Rosa
Brambila, Marcia Ivani
Scola, Maria Lucia
Jansen, Melânia Maria
Tanaka, Raquel Yurika
Resumo A úlcera de pressão é um problema de saúde pública prevenível que envolve a equipe multidisciplinar. Sua prevalência, segundo a literatura internacional, em pacientes internados, é de 3 a 14%. Diante da complexidade do problema, já que a úlcera de pressão tem causas multifatoriais, é imperativo que medidas preventivas sistematizadas e de caráter institucional com envolvimento de toda a equipe de enfermagem sejam adotadas. Para melhor implementação das medidas preventivas, foi elaborado um Protocolo Assistencial de Prevenção e Tratamento de Úlcera de Pressão, com envolvimento de diversos profissionais, tendo os enfermeiros do Programa de Prevenção e Tratamento de Feridas e Educação em Serviço a responsabilidade de implementar as medidas nas unidades de internação. O referencial teórico educativo nesse processo de consolidação das ações preventivas da úlcera de pressão foi o de Bordenave, citado por Pereira no seu estudo sobre práticas educativas nas ciências da saúde. Nesse processo, os participantes – equipe de enfermagem – não são apenas meros receptores de informações, mas, sim, agentes ativos e transformadores de sua realidade. A utilização de uma escala de avaliação de risco para úlcera de pressão foi introduzida na admissão do paciente internado, além de outras inovações e equipamentos após a implantação do Protocolo Assistencial.
Abstract Pressure ulcer is a public health problem, whose prevention requires a multidisciplinary team. Its prevalence lies between 3-14% among hospitalized patients, according to the international literature. Due to the complexity of the problem, since pressure ulcer has multifactorial causes, it is imperative to adopt institutional and systematic preventive measures involving the whole nursing team. To better implement these prevention measures, a Care Protocol for Prevention and Treatment of Pressure Ulcer was created, involving several professionals. Nurses participating in the Program of Prevention and Treatment of Wounds and Continuing Education were responsible for implementing the measures in inpatient wards. Bornedave, cited by Pereira in his study on educational practices in health sciences, was the educational theoretical reference for the process of consolidating pressure ulcer prevention. Participants in such process (nursing team) are not only mere receivers of information, but also active and transforming agents of their reality. A scale of risk assessment for pressure ulcer was used at patient’s admission. Other innovations and equipment were also part of the implementation of this Care Protocol.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 27, n. 2 (2007), p. 61-64
Assunto Protocolos clínicos
Úlcera por pressão
[en] Clinical protocols
[en] Nursing care
[en] Pressure ulcer
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164480
Arquivos Descrição Formato
000790397.pdf (94.75Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.