Repositório Digital

A- A A+

Comparacao entre a avaliacao nutricional subjetiva global, indice nutricional, prognostico e forca do aperto da mao nao-dominante na avaliacao nutricional do paciente cirrotico ambulatorial : a contribuicao da dinamometria

.

Comparacao entre a avaliacao nutricional subjetiva global, indice nutricional, prognostico e forca do aperto da mao nao-dominante na avaliacao nutricional do paciente cirrotico ambulatorial : a contribuicao da dinamometria

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparacao entre a avaliacao nutricional subjetiva global, indice nutricional, prognostico e forca do aperto da mao nao-dominante na avaliacao nutricional do paciente cirrotico ambulatorial : a contribuicao da dinamometria
Autor Álvares-da-Silva, Mário Reis
Orientador Silveira, Themis Reverbel da
Data 1995
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduação em Gastroenterologia.
Assunto Avaliação nutricional
Cirrose hepática
Desnutrição protéico-energética
Dietoterapia
Força da mão
Resumo Com a demonstração da influência prognóstica da nutrição em hepatopatas crônicos, o estado nutricional tem sido crescentemente valorizado neste grupo. Entretanto, é consenso entre os autores que a avaliação nutricional é difícil em cirróticos e que não há padrão-ouro disponível. Com o propósito de estudar o estado nutricional de cirróticos, determinando a prevalência de desnutrição protéico-calórica (DPC) neste grupo, foi realizado um estudo transversal. Os resultados obtidos na avaliação de 50 pacientes cirróticos ambulatoriais foram comparados com aqueles da avaliação de 46 pacientes hipertensos e 49 indivíduos-controle. Os métodos empregados foram a avaliação nutricional subjetiva global (ANSG), o índice nutricional prognóstico de Buzby (INP) e a determinação da força do aperto da mão não-dominante (F AM), através da dinamometria. De acordo com a classificação de Child-Turcotte, 88% dos cirróticos eram Child A e 12o/o, B. A prevalência de DPC detectada nos cirróticos foi de 28% pela ANSG, 18,7% pelo INP e 63% pela F AM. Concluiu-se que é alta a prevalência de DPC em cirróticos no nosso meio, e que a F AM é um método simples, barato e eficaz no diagnóstico da DPC neste grupo.
Abstract Nutritional status has been increasingly considered as an indicator of good prognosis for patients with chronic liver diseases. However, the lack of a goldstandard makes its assessment difficult in patients with cirrhosis. In the attempt to ascertain an acceptable parameter for detennining the prevalence of the protein-calorie malnutrition (PCM), a cross-sectional study was designed, considering three different approaches: subjective global assessment of nutritional status (SGANS); prognostic nutritional index (PNI); and, with a special focus, hand-grip strenght (HG). According to Child-Turcotte classification, 88% of cirrhotic patients were Child A, and only 12%, Child B. Three groups were examined: 50 patients with cirrhosis, 46 patients with hypertension, and 49 people as a control group. Among the cirrhotics, the prevalence ofPCM was 28% by SGANS, 18,7% by PNI, and 63% when HG was considered. The results seems to indicate that there is a high prevalence of PCM among our patients with cirrhosis, and that HG is a simple, unexpensive and efficient method to diagnose PCM in such group.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/164505
Arquivos Descrição Formato
000122186.pdf (14.53Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.