Repositório Digital

A- A A+

Detecção precoce das lesões precursoras de câncer de colo uterino através de inspeção cervical

.

Detecção precoce das lesões precursoras de câncer de colo uterino através de inspeção cervical

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Detecção precoce das lesões precursoras de câncer de colo uterino através de inspeção cervical
Autor Naud, Paulo Sergio Viero
Orientador Schwartsmann, Gilberto
Data 1998
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduação em Clínica Médica.
Assunto Células-tronco
Colposcopia
Exame físico
Neoplasias do colo do útero
Teste de Papanicolau
Resumo O câncer de colo uterino, nos países em desenvolvimento, é a segunda causa mais freqüente de neoplasia na mulher, sendo o câncer da cervix a mais importante causa de morte na mesma população. A solução, para se evitar este problema de saúde pública, encontra-se em um programa de screening efetivo. Porém, o rastreio para câncer de colo uterino praticado de maneira convencional, através da citologia, apresenta diferentes problemas logísticos tais como: custos, limitações técnicas- que vão desde a qualidade da coleta até a fixação adequada deste material-, e falta de técnicos capacitados à sua leitura. Objetivo. O principal objetivo deste estudo é comparar o método convencional de screening com a visualização, a olho nu, da cervix uterina. Material ª Métodos. Foi realizado um estudo prospectivo em mulheres que procuraram, espontaneamente, o Ambulatório de Ginecologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, para a realização de screening para câncer de colo uterino, o qual foi feito através de dois métodos: um grupo realizava a inspeção a olho nu com acético e lugol, enquanto que o outro grupo realizava a coleta de material para o estudo citológico. Após um período de 15 a 30 dias, havia inversão da técnica empregada para o screeníng. Nessas duas modalidades os pesquisadores foram "cegados". As pacientes que apresentaram alterações em qualquer um dos exames foram referidos para colposcopia e, se necessário, para biópsia. Resultados. Cem mulheres foram investigadas e seus exames comparados nestas duas modalidades: inspeção versus exame citopatológico (sendo este último referido como teste-padrão), encontrando-se como sensibilidade, 85, 7%; especificidade, 78,5%, e uma concordância entre estes métodos de 79% (p<0,05). A inspeção, a olho nu, comparada com a colposcopia (tomando-se este último como teste-padrão), demonstrou uma sensibilidade de 100%, especificidade de 7,7% e concordância de 55,5% (p=0,299387). A colposcopia em relação à biópsia apresentou uma concordância de 100%. Conclusões. A inspeção a olho nu demonstrou ser um método útil para screeníng de câncer da cervix uterina. Apesar do alto número de casos falsospositivos (na especificidade 7,7%) , a inspeção demonstrou um maior número de casos de lesões do que a citologia, com um custo inferior a esta. Sugere-se, pois, que a inspeção possa ser um método de valia para programas de screeníng em Saúde Pública onde a citologia não estiver disponível.
Abstract Background Cervical cancer is the second most common neoplasia in women in developing countries, being the most important cancer related cause of death in this population. The key to avoid this public health problem is an effective screening program. However, conventíonal screening, based on cytology (Papanicolau exam) possesses various logistical problems, such as costs and technicallimitations. Objective The aim of this study was to compare the conventional cytological method with screening based on naked eye visualization of uterine cervix. Methods We conducted a prospective study in which women who attended a gynecologic outpatient cervical cancer prevention clinic were screened by two methods: pap smear and naked eye inspection of the cervix after the aplication of acetic acid and lugol. The two modalities of screening were performed in different days by blinded researchers. Patíents with altered findings in pap smear or inspection (or both) were referred to colposcopy and, if necessary, biopsy. Results One hundred women were screened for cervical cancer. When comparing naked eye inspection with acetic acid and lugol to pap smear (the last as gold standard) we found a sensitivity of 85, 7%, specificity of 78,5% and concordance of 79% (p<0,05). When comparing pap smear to colposcopy (the last as gold standard) we had sensitivíty of 42,9%, specíficity of 92,3% and concordance of 66,6% (p<0,05). Naked eye inspection compared to colposcopy (the last as gold standard) showed sensítivity of 100%, specificity of 7, 7% and concordance of 55,5% (p=0,299387). Colposcopy and biopsy had an agreement of 100%. Conclusions Naked eye inspection can contribute in the screening for cervical cancer and its precursor lesíons. Although an high number of false-positive cases (specificity of 7, 7%) may could be referred to colposcopy, naked eye inspection detected more cases of precursor lesions and cervical cancer than pap smear, being less costly than cytology. Thus, we suggest that this approach may be considered in the screening stratregy for early detection lesions of cervica l cancer, specially in areas where citology is not fully available.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/164539
Arquivos Descrição Formato
000302319.pdf (15.61Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.