Repositório Digital

A- A A+

Meta-análise do desempenho reprodutivo de novilhas e vacas primíparas de corte

.

Meta-análise do desempenho reprodutivo de novilhas e vacas primíparas de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Meta-análise do desempenho reprodutivo de novilhas e vacas primíparas de corte
Outro título Meta-analysis of reproductive performance of heifers and primiparous cows
Autor Eloy, Lidiane Raquel
Orientador Bremm, Carolina
Data 2017
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Bovino de corte
Eficiência reprodutiva
Novilho
Pastagem natural
Peso
Prenhez
[en] Body weight
[en] Natural pasture
[en] Pregnancy rate
[en] Winter-spring cycle pasture
Resumo O objetivo foi avaliar, por meio de uma abordagem meta-analítica, quais os principais fatores que influenciam no desempenho produtivo e reprodutivo de novilhas e vacas primíparas de corte. Para tanto, foram utilizados, de forma agregada, dados de 3.933 novilhas e vacas primíparas de corte, provenientes de 29 estudos (dissertações e teses) e 43 experimentos. As informações relacionadas à metodologia e aos resultados de cada trabalho foram tabuladas em planilha, constituindo a sistematização dos dados. Por meio dos dados disponibilizados, três artigos foram realizados. No primeiro deles, as variáveis independentes analisadas foram: idade das novilhas (14 ou 24 meses de idade) e vacas primíparas (24 ou 36 meses de idade) no momento em que foram expostas à reprodução, tipo de pastagem (pastagens de ciclo hiberno-primaveril ou natural) e tipo racial (taurinas ou mestiças). As variáveis respostas foram os pesos e escores de condição corporal ao início e final do período reprodutivo e a taxa de prenhez. Maiores pesos corporais ao início do acasalamento e taxa de prenhez foram observados nas novilhas expostas à reprodução aos 24 meses (325,25±1,55 kg e 73,84±1,41%), nas mestiças (321,41±2,15 kg e 70,88±1,63%) e nas que pastejaram pastagens de ciclo hiberno-primaveril no pré-acasalamento (318,34±2,01 kg e 82,43±1,60%). Maiores pesos corporais foram observados nas vacas primíparas expostas à reprodução aos 36 meses de idade (376,09±1,55 kg), nas mestiças (373,56±1,54 kg) e nas que pastejaram pastagens de ciclo hiberno-primaveril (377,80±2,29 kg). A maior prenhez foi observada nas primíparas aos 24 meses de idade (83,44±3,03%, nas taurinas (88,53±2,61%) e nas que pastejaram pastagens de ciclo hiberno-primaveril (77,68±1,93%). No segundo trabalho, a taxa de prenhez foi considerada a variável resposta. Foram realizadas análises de sub-grupos entre categoria animal (novilhas e vacas primíparas), idade das fêmeas no momento em que foram expostas à reprodução (14, 24 ou 36 meses de idade), tipo de pastagem (pastagens de ciclo hiberno-primaveril ou natural) e tipo racial (taurinas ou mestiças). Novilhas e vacas primíparas, expostas à reprodução apresentaram maior taxa de prenhez (80,24%). No terceiro trabalho, a variável resposta foi a taxa de prenhez.Fatores explanatórios foram categoria animal (novilhas ou vacas primíparas), peso corporal ao início do período reprodutivo, ganho médio diário durante a reprodução, tipo racial (taurinas e mestiças) e taxa de lotação. O peso ao início da reprodução influenciou 93,1% da taxa de prenhez. Por meio da presente meta-análise, a idade à qual as fêmeas foram expostas à reprodução, a raça, o tipo de pastagem utilizada no pré-acasalamento, o peso corporal ao início da reprodução e a taxa de lotação são fatores que influenciam o desempenho produtivo e reprodutivo de novilhas e vacas primíparas de corte no sul do Brasil.
Abstract The aim was to evaluate, through a meta-analytical approach, the main factors that influence the productive and reproductive performance of heifers and primiparous cows. We used, in aggregate, data from 3,933 heifers and primiparous cows from 29 studies (dissertations and theses) and 43 experiments. The information related to the methodology and the results of each work were tabulated in a spreadsheet, constituting the systematization of the data. Through the available data, three articles were made. In the first one, the independent variables analyzed were: age of heifers (14 or 24 months of age) and primiparous cows (24 or 36 months of age) at the time they were exposed to reproduction, type of pasture (winter-spring cycle or natural pasture) and breed (Taurine or crossbred). The variables responses were the weight and body condition scores at the beginning and end of the reproductive period and the pregnancy rate. Larger body weights at the beginning of the breeding season and pregnancy rate were observed in heifers exposed to reproduction at 24 months (325.25±1.55 kg and 73.84±1.41%), in crossbreed (321.41±2,15 kg and 70.88±1.63%) and in those that grazed winter-spring cycle pastures in pre-mating (318.34±2.01 kg and 82.43±1.60%). Higher body weights were observed in the primiparous cows exposed to the breeding season at 36 months of age (376.09±1.55 kg), in the crossbreed (373.56±1.54 kg) and in those that grazed hiberno-spring cycle (377.80±2.29 kg). The highest pregnancy was observed in the primiparous cows at the 24 months of age (83.44±3.03%), in the taurine (88.53±2.61%) and in those that grazed winter-spring cycle pastures (77.68±1.93%). In the second study, the pregnancy rate was considered the response variable. Was evaluated analysis of subgroups between animal categories (heifers and primiparous cows), age of females at the time of the breeding season (14, 24 or 36 months of age), type of pasture (winter-spring cycle or natural pasture) and breed (Taurine or crossbreed). Heifers and primiparous cows, exposed to reproduction, had a higher pregnancy rate (80.24%). In the third study, the response variable was the pregnancy rate. Explanatory factors were animal category (heifers or primiparous cows), body weight at the beginning of the breeding season, average daily gain during the breeding season, breed (Taurine and crossbreed) and stocking rate. Through the present meta-analysis, the age at the which females were exposed to the breeding season, breed, type of pasture used in pre-mating, body weight at the beginning of the breeding season and stocking rate are factors that influence productive performance and reproductive performance of heifers and primiparous beef cattle in southern Brazil.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/164603
Arquivos Descrição Formato
001027426.pdf (3.457Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.