Repositório Digital

A- A A+

Alterações estruturais e funcionais na Nefropatia Diabética e relação entre a estrutura glomerular e a função renal

.

Alterações estruturais e funcionais na Nefropatia Diabética e relação entre a estrutura glomerular e a função renal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alterações estruturais e funcionais na Nefropatia Diabética e relação entre a estrutura glomerular e a função renal
Autor Caramori, Maria Luiza Avancini
Resumo Os estudos iniciais, mostrando que cerca de 80% dos pacientes com diabete melito (DM) tipo 1 e microalbuminúria progrediam para proteinúria, levaram ao uso da microalbuminúria como um indicador de pacientes com riso aumentado para nefropatia diabética, tanto no DM tipo 1 quanto no tipo 2. Entretanto, alguns pacientes com microalbuminúria apresentam alterações de estrutura renal avançadas e a microalbuminúria pode, nestes casos, ser mais um marcador da presença de lesões glomerulares do que um indicador do desenvolvimento futuro de nefropatia diabética. Estudos mais recentes sugerem que apenas 30-45% dos pacientes microalbuminúricos irão progredir para proteinúria, enquanto que cerca de 30% irá regredir para normoalbuminúria. Apesar disto, a excreção urinária de albumina ainda é o melhor indicador não-invasivo de pacientes em risco para nefropatia diabética e deve ser pesquisada de acordo com as normas vigentes. Entretanto, é necessário que novos indicadores de risco sejam avaliados, para uso isolado ou em associação a outros parâmetros disponíveis. A estrutura glomerular no DM e as relações entre a estrutura glomerular e a função renal têm sido estudadas. Neste sentido, o uso de parâmetros estruturais renais na tentativa de identificar pacientes com risco aumentado de desenvolver nefropatia diabética poderia ser útil, uma vez que existe boa correlação entre a estrutura glomerular e as manifestações clínicas da nefropatia diabética. Além disto, em estudos longitudinais, estes parâmetros parecem estar associados à progressão clínica da nefropatia diabética.
Abstract Initial studies showing an 80% rate of progression from microalbuminuria to proteinuria in type 1 diabetic patients led to the broad acceptance of microalbuminuria as an useful clinical predictor of increased diabetic nephropathy risk among type 1 and type 2 diabetic patients. Some microalbuminuric patients, however, have quite advanced renal structural changes, and microalbuminuria may, in such cases, be a marker rather than a predictor of diabetic nephropathy. More recent studies have observed only about 30-45% of progression from microalbuminuric to proteinuria over 10 years, while about 30% of microalbuminuric patients became normoalbuminuric and the rest remained microalbuminuric. Albumin excretion rate remains the best available noninvasive predictor of diabetic nephropathy risk and should be regularly measured according to established guidelines. Nonetheless, investigations into new risk markers of diabetic nephropathy risk or into the combined use of currently available predictive parameters are needed. Research has been done to evaluate the glomerular structure in patients with type 1 and type 2 diabetes, as well as to evaluate the relationships between glomerular structural parameters and renal function. Since there is a strong relationship between glomerular structural parameters and clinical manifestations of diabetic nephropathy, these structural parameters could be useful in the identification of patients with increased diabetic nephropathy risk. Moreover, longitudinal studies suggest that glomerular structural parameters are associated with clinical progression of diabetic nephropathy.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 23, n. 1-2, (2003), p. 82-89
Assunto Albuminúria
Diabetes mellitus
Nefropatias
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164801
Arquivos Descrição Formato
001022580.pdf (631.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.