Repositório Digital

A- A A+

Dados epidemiológicos do câncer de colo uterino no Rio Grande do Sul

.

Dados epidemiológicos do câncer de colo uterino no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dados epidemiológicos do câncer de colo uterino no Rio Grande do Sul
Outro título Epidemiological data of uterine cervical cancer in Rio Grande do Sul
Autor Prolla, João Carlos
Dietz, Judite
Diehl, Ada Regina Schenini
Campagnolo, Andrea Maria
Resumo OBJETIVO: Estudar a epidemiologia descritiva do câncer do colo uterino no Rio Grande do Sul, no período de 1980 a 1994 e verificar a situação da prevenção secundária dessa neoplasia pela citologia. MÉTODOS: Foram construídas séries históricas com índices de mortalidade padronizados pela população mundial, a partir dos dados da Secretaria de Saúde e Meio Ambiente do Rio Grande do Sul e analisadas pelo coeficiente de correlação de Pearson para séries históricas. Os resultados foram comparados com séries anteriores publicadas na literatura e com dados do Instituto Nacional do Câncer do Brasil. RESULTADOS: A série temporal apresentou tendência ascendente (P<0,001) com b=0,09. CONCLUSÕES: A mortalidade por câncer de colo uterino no Rio Grande do Sul continua ascendente, apesar dos esforços da Secretaria de Saúde e Meio Ambiente para sua prevenção pela citopatologia. Sugestões são apresentadas para remediar essa situação no RS.
Abstract OBJECTIVE: To study the descriptive epidemiology of uterine cervical cancer in the state of Rio Grande do Sul, Brazil, from 1980 to 1994 and to observe the situation of its secondary prevention by citopathology. MATERIALS AND METHODS: Temporal series were constructed with standardized mortality rates using data from the Secretaria de Saúde e Meio Ambiente – SSMA (State of Rio Grande do Sul Health Department) and analyzed through Pearson’s correlation coefficient for temporal series. The results were compared with reports in the literature and data from the Instituto Nacional do Câncer do Brasil . RESULTS: The temporal series demonstrated a tendency to increase (P<0.001) with b=0.09. CONCLUSIONS: Mortality by uterine cervical cancer in the state of Rio Grande do Sul continues to increase, even with the efforts by SSMA to prevent it by citopathology. Suggestions are made to remedy this situation in our state.
Contido em Revista HCPA. Porto Alegre. Vol. 19, n. 1, (1999), p. 48-55
Assunto Epidemiologia
Neoplasias do colo do útero
Prevenção e controle
[en] Epidemiology
[en] Prevention
[en] Uterine cervical cancer
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164822
Arquivos Descrição Formato
001024655.pdf (33.94Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.