Repositório Digital

A- A A+

Assessoria de imprensa não é jornalismo : conflito de interesses no código de ética dos jornalistas brasileiros

.

Assessoria de imprensa não é jornalismo : conflito de interesses no código de ética dos jornalistas brasileiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Assessoria de imprensa não é jornalismo : conflito de interesses no código de ética dos jornalistas brasileiros
Outro título Press office is not journalism : conflict of interests in the Brazilian Journalists' Code of Ethics
Autor Fonseca, Virginia Pradelina da Silveira
Resumo O presente artigo sustenta a impossibilidade ética de conferir estatuto de jornalismo às atividades de assessoria de imprensa. Para isso, discute-se primeiramente o ‘dever ser’ do jornalismo e do jornalista, a partir de uma perspectiva deontológica, que se interroga sobre o imperativo categórico dessa prática social e dessa profissão. A seguir, analisam-se alguns artigos do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros, que parecem mais promover do que mitigar a confusão entre duas práticas sociais que, apesar de exercidas por jornalistas, têm obrigações morais específicas. Por fim, argumenta-se que, face ao seu imperativo dever de verdade e compromisso com o interesse público, o jornalismo ocupa uma posição no campo social que é de confronto e, eventualmente, tensão e conflito com os interesses das assessorias de imprensa. Conquanto constituam modalidades de comunicação, e embora possam colaborar entre si, não podem ser regulados pelo mesmo código deontológico.
Abstract The present article declares the ethical impossibility to give press office activities the status of journalism. For that reason, in the first place it discusses the ‘must be’ of both journalism and the journalist from a deontolical perspective which wonders about the category imperative of such social practice as well as this profession. Next, it analyses some articles of the Brazilian Journalists Code of Ethics, which seem to promote more than mitigate the confusion between both social practices, which are carried out by journalists who have specific moral obligations. Finally, it argues that, in the face of its necessary commitment with the truth and the public interest, journalism has a position in the social area which is that of clashing and occasionally of conflict and tension with the interests of press agents. Even though these two areas may cooperate with one another, these modes of communication cannot be regulated by the same deontological code.
Contido em Revista FAMECOS : mídia, cultura e tecnologia. Vol. 20, n. 3 (set./dez. 2013); p. 711-729
Assunto Assessoria de imprensa
Jornalismo
[en] Journalism
[en] Journalistic ethics
[en] Press office
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/164885
Arquivos Descrição Formato
000912808.pdf (428.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.