Repositório Digital

A- A A+

Associação entre espiritualidade e adesão ao tratamento em pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca

.

Associação entre espiritualidade e adesão ao tratamento em pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Associação entre espiritualidade e adesão ao tratamento em pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca
Outro título Association between spirituality and adherence to management in outpatients with heart failure
Autor Alvarez, Juglans Souto
Goldraich, Livia Adams
Nunes, Alice Hoefel
Zandavalli, Monica Cristina Brugalli
Zandavalli, Rafaela Brugalli
Belli, Karlyse Claudino
Rocha, Neusa Sica da
Fleck, Marcelo Pio de Almeida
Clausell, Nadine Oliveira
Resumo Fundamento: A espiritualidade pode influenciar a maneira com que os pacientes lidam com sua doença. Objetivos: Avaliamos a possibilidade de a espiritualidade influenciar a adesão ao tratamento de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca. Métodos: Estudo transversal com pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca, cuja adesão ao tratamento multidisciplinar foi avaliada. Os pacientes foram avaliados sobre qualidade de vida, depressão, religiosidade e espiritualidade, utilizando questionários validados. Foram obtidas correlações entre adesão e variáveis psicossociais de interesse. Modelos de regressão logística exploraram preditores independentes de adesão. Resultados: Cento e trinta pacientes (idade 60 ± 13 anos; 67% masculinos) foram entrevistados. Observou-se adequado escore de adesão em 38,5% dos pacientes. Nem a depressão ou a religiosidade foram correlacionados à adesão, quando avaliados separadamente. É interessante notar que quando a espiritualidade foi avaliada por ambos, o somatório total de score (r = 0,26; p = 0,003) e os domínios específicos, ela estava positivamente correlacionada à adesão. Por fim, a combinação de espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais mostrou-se um preditor independente de adesão quando ajustado às características demográficas, clínicas e a instrumentos psicossociais. Conclusão: Espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais foram as únicas variáveis consistentemente associadas à adesão em relação à medicação em uma coorte de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca. Nossos dados sugerem que abordar adequadamente esses aspectos no cuidado com o paciente pode auxiliar a melhorar o padrão de adesão no complexo tratamento da insuficiência cardíaca.
Abstract Background: Spirituality may influence how patients cope with their illness. Objectives: We assessed whether spirituality may influence adherence to management of outpatients with heart failure. Methods: Cross sectional study enrolling consecutive ambulatory heart failure patients in whom adherence to multidisciplinary treatment was evaluated. Patients were assessed for quality of life, depression, religiosity and spirituality utilizing validated questionnaires. Correlations between adherence and psychosocial variables of interest were obtained. Logistic regression models explored independent predictors of adherence. Results: One hundred and thirty patients (age 60 ± 13 years; 67% male) were interviewed. Adequate adherence score was observed in 38.5% of the patients. Neither depression nor religiosity was correlated to adherence, when assessed separately. Interestingly, spirituality, when assessed by both total score sum (r = 0.26; p = 0.003) and by all specific domains, was positively correlated to adherence. Finally, the combination of spirituality, religiosity and personal beliefs was an independent predictor of adherence when adjusted for demographics, clinical characteristics and psychosocial instruments. Conclusions: Spirituality, religiosity and personal beliefs were the only variables consistently associated with compliance to medication in a cohort of outpatients with heart failure. Our data suggest that adequately addressing these aspects on patient’s care may lead to an improvement in adherence patterns in the complex heart failure management.
Contido em Arquivos brasileiros de cardiologia. Vol. 106, no. 6 (Jun. 2016), p. 491-501
Assunto Adesão à medicação
Autoimagem
Cooperação do paciente
Depressão
Espiritualidade
Estudos transversais
Insuficiência cardíaca
Pacientes ambulatoriais
Qualidade de vida
Religião
[en] Heart Failure
[en] Medication Adherence / psychology
[en] Outpatients
[en] Religion
[en] Spirituality
[en] Surveys and Questionnaires
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/165412
Arquivos Descrição Formato
001044469.pdf (667.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.