Repositório Digital

A- A A+

Avaliação in vitro da atividade antiproliferativa de extratos de valeriana glechomifolia

.

Avaliação in vitro da atividade antiproliferativa de extratos de valeriana glechomifolia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação in vitro da atividade antiproliferativa de extratos de valeriana glechomifolia
Autor Marchioro, Mariana Kliemann
Orientador Rech, Sandra Beatriz
Co-orientador Maurmann, Natasha
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Atividade antiproliferativa
Valepotriatos
Valerianaceae
Valeriana glechomifolia
Resumo Valeriana glechomifolia Meyer, planta nativa do sul do Brasil produz valepotriatos, os quais são relacionados com propriedades sedativas, ansiolíticas, fungicidas e antitumorais. Este trabalho tem por objetivo a avaliação in vitro da atividade antiproliferativa de extratos padronizados, de plantas micropropagadas e de cultura de raízes de Valeriana glechomifolia em linhagens tumorais humanas U138-MG (glioblastoma), HT-29 (adenocarcinoma colorretal) e OVCAR (carcinoma ovariano). Nos experimentos foram analisados extratos bruto e semi-purificado de plantas micropropagadas e de culturas de raízes a fim de quantificar os valepotriatos presentes nas amostras e, devido a limites de detecção, apenas os extratos bruto e clorofórmico semi-purificado de plantas micropropagadas foram utilizados para avaliação antiproliferativa. Os extratos apresentaram efeito antiproliferativo em todas as linhagens tumorais, U138-MG, HT-29 e OVCAR, e doses utilizadas, 23,125 μg/mL, 46,25 μg/mL, 92,5 μg/mL, 185 μg/mL, 370 μg/mL e 1850 μg/mL. No extrato bruto a maior redução na viabilidade celular foi observada na linhagem U138-MG na dose 46,25 μg/mL. Já no extrato clorofórmico semi-purificado a maior redução da viabilidade celular foi observada na linhagem U138-MG na dose 92,5 μg/mL, havendo ainda resultados semelhantes em outras linhagens e dosagens. As avaliações mostram que as diferentes linhagens apresentaram perfis semelhantes na redução da viabilidade celular após tratamento com os extratos de Valeriana glechomifolia.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/165485
Arquivos Descrição Formato
000739793.pdf (576.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.