Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do risco de poluição da água subterrânea da bacia hidrográfica do Rio Taquari-Antas

.

Avaliação do risco de poluição da água subterrânea da bacia hidrográfica do Rio Taquari-Antas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do risco de poluição da água subterrânea da bacia hidrográfica do Rio Taquari-Antas
Autor Capalonga, Suélen
Orientador Athayde, Gustavo Barbosa
Data 2017
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Pesquisas Hidráulicas. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Ambiental.
Assunto Águas subterrâneas : Contaminação : Rio Grande do Sul
Aguas subterraneas : Poluicao : Recursos hidricos
Agua subterranea : Impacto das atividades do homem
Agua subterranea : Qualidade da agua
Bacias hidrográficas brasileiras
Poluicao : Agua subterranea : Monitoramento
Taquari-Antas, Rio, Bacia (RS)
[en] DRASTIC
[en] Groundwater
[en] Pollution
[en] POSH
[en] Vulnerability
Resumo Avaliar a vulnerabilidade das águas subterrâneas, assim como o risco de poluição, são ferramentas importantes para a gestão de recursos hídricos, com o intuito de preservar esses mananciais, principalmente nos munícipios onde o abastecimento público depende dessas fontes de água. Na bacia hidrográfica do rio Taquari-Antas há cerca de 1.333 poços em bombeamento para finalidades como abastecimento público, atividade industrial, irrigação e dessedentação animal, e aproximadamente 45% dos municípios da bacia utilizam água subterrânea. Para análise da vulnerabilidade dos aquíferos foi aplicado o método DRASTIC, que leva em consideração sete parâmetros, entre eles a profundidade da água, a recarga, o meio aquífero, o solo, a topografia, a influência da zona vadosa e a condutividade hidráulica. Enquanto para classificação das fontes potencias de contaminação difusas o método POSH foi utilizado, categorizando as áreas urbanas e as atividades agrícolas. A união desses dois fatores resultou no mapa de risco de poluição da bacia hidrográfica do rio Taquari-Antas. Os resultados obtidos mostraram que 82% da bacia corresponde à vulnerabilidade média, 14% à baixa e 4% à alta, na qual destacam-se os municípios Soledade, Arvorezinha, Guaporé, Anta Gorda e Gentil. O potencial de poluição por cargas difusas foi categorizado como 56% moderado, 3% alto e 0,3% baixo. Por fim, a avaliação do risco de poluição resultante mostrou que o risco moderado predomina, com 47% de abrangência, enquanto 4% da área é classificada como risco elevado e contempla toda a região estudada de forma espalhada, e 9% foi classificada como risco baixo, predominando em alguns municípios como Lajeado e Bento Gonçalves. Um aspecto importante que foi levantado é que cerca de 229 poços da CORSAN estão bombeando em áreas de risco elevado, além disso 12 poços considerados de maior produtividade estão em áreas de alta vulnerabilidade, e 10 poços em áreas de risco elevado. As observações levantadas despertam um alerta para a extrema necessidade de monitoramento da qualidade da água explorada. Espera-se que este trabalho possa servir como uma ferramenta de auxílio para a gestão de recursos hídricos e uso e ocupação do solo dos municípios da bacia hidrográfica do rio Taquari-Antas.
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-abstract-eng Evaluate the vulnerability of groundwater, as the risk of pollution, are important tools for water resource management, with the purpose of preserving these sources, especially in municipalities where public water supply depends on these water sources. In the hydrographic basin of the river Taquari-Antas there are about 1.400 pumping wells, for purpose such as public water supply, industrial activity, irrigation and animal feed, and approximately 45% of the municipalities of the basin use groundwater. To analyze the vulnerability of aquifers, it was applied the DRASTIC method, which takes into account seven parameters, between them water depth, recharge, aquifer media, soil, topography, impact of the vadose zone and hydraulic conductivity. While for the classification the diffuse potential source of contamination, the POSH method was used, categorizing the urban areas and the agricultural activities. The union of these two factors resulted in the map of risk of pollution of the basin of the river Taquari-Antas. The obtained results show that 82% of the basin corresponds to the mean vulnerability, 14% to the low and 4% to the high, in which the cities of Soledade, Arvorezinha, Guaporé, Anta Gorda e Gentil stand out. The pollution potential of diffuse loads was categorized as 56% moderate, 3% high and 0,3% low. Finally, the assessment of the risk of pollution showed that moderate risk predominates, with 47% coverage, while 4% of the área is classified as high risk abd covers the whole region, in scattered form, and 9% was classified as low risk, prevailing in some cities such as Lajeado and Bento Gonçalves. An important aspect that has been raised is that about 229 CORSAN wells are pumping in high risk areas, in addition 12 wells considered to be of higher productivity are in areas of high vulnerability, and 10 wells in high risk areas, arousing an alarm for the extreme need to monitor the quality of the water explored. It is hoped that this word serve as relief tool for the management of water resources and land use and occupation of the cities of the Taquari-Anta river basin.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/165490
Arquivos Descrição Formato
001045250.pdf (9.227Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.